Eintracht Frankfurt demite técnico após rebaixamento

O técnico Christoph Daum deixou o comando do Eintracht Frankfurt nesta segunda-feira após o rebaixamento do clube na última rodada do Campeonato Alemão. O Frankfurt caiu pela quarta vez em sua história, depois de perder por 3 a 1 para o campeão Borussia Dortmund, no sábado.

AE-AP, Agência Estado

16 de maio de 2011 | 15h42

Daum tinha contrato até o final desta temporada. "Depois de uma longa conversa com o (presidente) Heribert Bruchhagen e cuidadosa análise, chegamos à decisão de deixar o caminho livre para o Eintracht Frankfurt para lutar pelo acesso com um novo treinador", disse Daum.

Não foi definido o nome do sucessor, com o Frankfurt procurando um experiente técnico para garantir um retorno imediato para a primeira divisão do Campeonato Alemão. "A primeira decisão a ser feita agora é a de quem será o novo treinador", disse Bruchhagen.

Daum disse que o acesso imediato do Frankfurt "não acontecerá automaticamente" e exigirá a realização de mudanças. "Eu disse algumas coisas muito claras internamente. O Eintracht agora tem a chance de tomar medidas corretivas", disse.

Bruchhagen deve se reunir com a diretoria nos próximos dias em uma encontro para definir o planejamento para a próxima temporada. Daum, de 57 anos, foi contratado depois que Michael Skibbe foi demitido com sete rodadas para o fim do campeonato. Ele não conseguiu vencer um jogo e obteve apenas três empates.

Daum venceu o Campeonato Alemão pelo Stuttgart em 1992, bem como foi campeão na Turquia com Besiktas e Fenerbahçe. Ele também teve duas passagens pelo Colônia e na segunda conseguiu o acesso para a elite. A admissão de uso de cocaína custou a Daum a chance de se tornar técnico da Alemanha em 2000 e forçou sua saída do Bayer Leverkusen.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.