El Salvador pune 22 atletas da seleção por manipulação

A Federação Salvadorenha de Futebol (Fesfut) anunciou a condenação de 22 jogadores após uma investigação que revelou o envolvimento da seleção nacional em um escândalo de manipulação de resultados. De acordo com o presidente da entidade, Carlos Mendez Cabezas, os atletas envolvidos no caso estão automaticamente suspensos provisoriamente por 30 dias.

AE-AP, Agência Estado

22 de agosto de 2013 | 10h37

A federação de El Salvador vinha liderando as investigações nos últimos meses e considerou culpados os 22 jogadores. Segundo Carlos Mendez Cabezas, o Ministério Público do país está ajudando a conduzir o caso e a seleção nacional não atuará em nenhuma partida até o fim do inquérito.

De acordo com o que apontou a investigação, o time de El Salvador ajudou a manipular os resultados de quatro partidas: as derrotas para o México, em julho de 2011, pela Copa Ouro, para os Estados Unidos, em fevereiro de 2010, para o time norte-americano DC United, em julho de 2010, e para o Paraguai, em fevereiro do ano passado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.