Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Eleição adiada deve prorrogar mandato de Roberto Dinamite

Presidente tem mandato previsto até o próximo dia 19 e Conselho do clube precisará decidir se ele permanece até a votação acontecer

Estadão Conteúdo

06 de agosto de 2014 | 20h34

O adiamento da eleição para a presidência do Vasco, que estava programada para esta quarta-feira, mas foi transferida para novembro após decisão da Justiça do Rio de Janeiro, trouxe novo impasse ao conturbado momento político do clube. Isso porque o mandato do atual presidente se encerra no próximo dia 19, enquanto que o do atual presidente do Conselho - que assumiria o posto - vigora só até sexta-feira.

Uma das alternativas é prorrogar o mandato de Roberto Dinamite, repetindo o que aconteceu em 2011. A tendência dessa vez, contudo, é que a prorrogação seja válida somente até as eleições. Nesse caso, a decisão deverá passar por aprovação do Conselho. Para que isso ocorra, porém, será preciso acelerar o processo para que a o caso seja analisado - e votado - antes do dia 19.

Nesta quarta-feira o São Januário ficou com os portões fechados. Alguns sócios com direito a voto chegaram a comparecer ao estádio para participar do processo eletivo. Eles alegaram não saber da suspensão do pleito, confirmado somente na noite de terça-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolVascoeleição

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.