Eleição no São Paulo é mantida para sábado

O Tribunal de Justiça manteve nesta terça-feira a decisão do desembargador Maurício Vidigal, que cassou liminar que antecipava para 24 deste mês as eleições para renovação da diretoria da mesa do conselho do São Paulo Futebol Clube. A antecipação permitiria seus conselheiros - cujos mandatos estão se encerrando - votassem para escolha do futuro presidente do São Paulo.A decisão do TJ mantém as eleições para o próximo sábado, com a participação apenas dos novos conselheiros na votação para presidente.A liminar, agora cassada em definitivo, fora concedida no último dia 19 pelo juiz Carlos Henrique Abrão, da 42ª Vara Cível, em ação cautelar proposta pela oposição. O advogado do clube, Carlos Miguel Aidar, recorreu ao TJ, tendo o desembargador Maurício Vidigal suspendido provisoriamente a liminar. A oposição reagiu e ingressou com agravo regimental que, nesta terça, por unanimidade fora rejeitado pela 9ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.