Divulgação
Divulgação

Eleições presidenciais da Lusa podem definir futuro do Canindé

José Luiz Ferreira de Almeida é o candidato único quinta-feira

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

26 de abril de 2016 | 16h50

A Portuguesa tem um candidato único, o advogado José Luiz Ferreira de Almeida, para as eleições presidenciais marcadas para quinta-feira, dia 28 de abril. A candidatura isolada não significa um consenso. Membros do Conselho Deliberativo apontam irregularidades na candidatura e entraram com um pedido de indeferimento da candidatura.

“Já apresentei minha defesa e, caso minha candidatura não seja aceita, vou entrar na Justiça para conseguir uma liminar”, explicou o candidato, que foi vice-presidente jurídico na gestão Ilídio Lico.”Devo consegui-la com facilidade”.

Na visão do Conselho, o candidato não estava em dia com as mensalidades do clube quando apresentou seu nome no dia 31 de março e, por isso, seria inelegível. José Luiz Ferreira de Almeida argumenta que essa regra não pode ser utilizada por se tratar de um pleito extraordinário – as eleições foram convocadas para substituir Jorge Manuel Gonçalves, que renunciou no final do mês de março. O presidente interino é Leandro Teixeira Duarte, presidente do Conselho. 

Fontes consultadas pelo Estado afirmam que a maioria dos conselheiros apoia a posição de Gonçalves. Mesmo sem um candidato, a oposição pretende incentivar os votos nulos. Com isso, Duarte permaneceria até o final do ano, quando novas eleições serão convocadas. 

A eleição presidencial está diretamente ligada à situação financeira do clube e ao futuro do Canindé. Um grupo político defende que o terreno seja leiloado para o pagamento das dívidas; o segundo grupo defende a modernização do local, com a construção de uma arena menor e de empreendimentos imobiliários. Assim, o pleito pode começar a definir o destino do estádio. 

Nesta terça-feira, a equipe recebe o Parnahyba do Piauí pela Copa do Brasil. No primeiro jogo, derrota por 2 a 1 - uma vitória simples classifica a equipe à próxima fase. No segundo semestre, a Portuguesa vai disputar o Campeonato Brasileiro da Série C .

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.