Eduardo Nicolau/Estadão
Eduardo Nicolau/Estadão

Eleito melhor do jogo, Paulinho rebate críticas: 'Nunca perdi a minha confiança'

Volante abriu o placar para o Brasil em vitória sobre a Sérvia, por 2 a 0

Estadão Conteúdo

27 Junho 2018 | 17h38

Eleito o melhor jogador da partida desta quarta-feira, o volante Paulinho rebateu críticas e questionamentos após a vitória da seleção brasileira sobre a Sérvia por 2 a 0, em Moscou. Autor do primeiro gol da partida, o jogador do Barcelona reiterou a confiança "que já vem de anos".

+ TEMPO REAL - Brasil 2 x 0 Sérvia

+ Veja quais são os jogos e horários das oitavas de final da Copa do Mundo

"O mais importante para mim é a vitória. Acho que essa coisa de ser eleito o melhor jogo fica para as pessoas que votaram. Minha preocupação toda é me entregar para o elenco, para a seleção", declarou o volante, autor do gol aos 35 minutos do primeiro tempo, em entrevista à TV Globo.

O gol trouxe alívio e calma para o time brasileiro e, segundo Paulinho, não chegou a interferir em sua confiança. "Eu já venho com confiança há muitos anos. Quando decidi pela minha saída para a China, muitos questionaram. Depois fui para o Barcelona, e agora estou na seleção fazendo a mesma coisa [que fazia antes], ajudando os meus companheiros."

No lance do gol, Philippe Coutinho acertou lindo lançamento para Paulinho, que surpreendeu a defesa sérvia ao vir de trás para dividir com os zagueiros rivais. "Todos sabem das minhas características. Procuro fazer [gols], enxergar os espaços. O Coutinho deu aquela grande assistência, como grande craque que é, um fenômeno", declarou o ex-jogador do Corinthians.

Se a vitória serviu para reafirmar o futebol de Paulinho, que vinha sendo questionado em razão das fracas atuações nos dois jogos anteriores na Copa e também nos amistosos recentes, também ajudou par aumentar a confiança do grupo.

 

"A seleção vem numa crescente muito boa e hoje foi a confirmação", avaliou o zagueiro Miranda. "É a confirmação que a gente vem fazendo um grande trabalho. Agora é dar continuidade. Essa seleção quer coisas grandes. Agora é pensar no México. Vamos com tudo", declarou o defensor, ao projetar o duelo das oitavas de final, contra os mexicanos.

Para Miranda, a vitória também foi uma demonstração de força da defesa brasileira, diante do time com maior média de estatura deste Mundial. "Mostramos mais uma vez que somos uma seleção bem preparada. Mais uma vez não sofremos gol. Parabéns para a nossa defesa porque tivemos uma grande atuação", comentou o zagueiro.

O confronto entre Brasil e México será disputado às 11 horas (horário de Brasília) de segunda-feira, em Samara.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.