Ed Ferreira/Estadão
Ed Ferreira/Estadão

Elias deve ser julgado por forçar cartão no Flamengo

Volante admitiu em entrevista que atrasou o jogo de propósito para receber advertência

AE, Agência Estado

13 de setembro de 2013 | 20h01

RIO - O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (SJTD) deverá apresentar denúncia contra o volante Elias, por ter forçado o cartão amarelo que o suspendeu da partida contra a Ponte Preta, neste domingo, em Campinas. Depois da vitória sobre o Santos, por 2 a 1, na noite de quinta-feira, no Maracanã, ele admitiu em entrevista que havia retardado o jogo de propósito para receber a advertência do árbitro e, assim, ficar de fora de um jogo do qual já seria poupado por desgaste físico.

"É provável (apresentação de denúncia). O tratamento a esse tipo de conduta de manipular o controle de cartões, escolhendo o adversário para o cumprimento do impedimento automático, é reprovável e será avaliado", disse Paulo Schmitt, procurador geral do SJTD.

Elias poderá pegar até seis jogos de suspensão, mas o mais provável é que sejam dois. O meia chileno Valdivia, do Palmeiras, recentemente recebeu tal punição por assumir a mesma atitude durante a disputa da Série B.

Além de Elias, que tem sido o melhor jogador do Flamengo, o técnico Mano Menezes terá outros três desfalques para o duelo em Campinas. O goleiro Felipe e o zagueiro Chicão continuam afastados por lesão. Já o lateral Léo Moura sentiu dores musculares contra o Santos e será preservado.

Em compensação, o atacante Marcelo Moreno e o zagueiro González retornaram das seleções da Bolívia e do Chile, respectivamente, mas devem ficar no banco de reservas.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengoBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.