Susana Vera/Reuters - 13/01/2011
Susana Vera/Reuters - 13/01/2011

Elias diz que Diego Forlán não sabia do interesse da diretoria do São Paulo

'Ele ficou surpreso, disse que não sabia de nada, que não estava falando com ninguém disso'

AE, Agência Estado

15 de abril de 2011 | 19h11

SÃO PAULO - No São Paulo, a semana foi marcada pelas especulações a respeito da contratação de Diego Forlán, melhor jogador da última Copa do Mundo. O uruguaio, porém, ainda não se pronunciou sobre a negociação. Não negou, nem confirmou. O volante Elias, seu companheiro de Atlético de Madrid, garante que conversou com Forlán e que o atacante foi pego de surpresa com o boato.

"Ele chegou e perguntou se eu sabia de alguma coisa, expliquei para ele do noticiário na TV, que o São Paulo tentaria a contratação dele. Ele ficou surpreso, falando que não sabia de nada, que não estava falando com ninguém sobre isso", revelou Elias, em entrevista à Rádio Estadão ESPN nesta sexta-feira.

De acordo ainda com Elias, a prioridade de Forlán é ficar na Europa. "Ele disse que está pensando aqui ainda, que está pensando em uma transferência aqui pela Europa. A gente não sabe o que acontece nos bastidores, mas pela palavra dele não tem nada acertado, nem conversa com o São Paulo."

O ex-corintiano, algoz recente do São Paulo, conta que aconselhou Forlán a jogar no Brasil. "Ele pediu informação do São Paulo, do Corinthians e Flamengo, aqueles clubes que teriam interesse na contratação dele. Falei que são grandes clubes, que o Brasil está crescendo, que financeiramente está muito bem, e que seria uma boa vir para o Brasil numa época da vida dele para sentir o peso da camisa e o peso da torcida", contou.

Não será por falta de conselhos que Diego Forlán deixará de acertar com o São Paulo. Seu pai, Pablo Forlán, é um dos maiores ídolos da história do clube paulista e já afirmou mais de uma vez que tem como sonho ver seu filho vestindo a camisa tricolor.

"Ele gosta muito do futebol brasileiro, como gosta do futebol argentino. E sem dúvida ele gostaria de jogar em dois times: um seria o São Paulo e o outro também o Peñarol. Ele gostaria de jogar um ano em cada time. Isso pode acontecer", explicou o Forlán pai, também à Rádio Estadão ESPN.

Veja também:

som ESTADÃO ESPN - Elias revela que Forlán ficou surpreso com interesse do São Paulo

som ESTADÃO ESPN - Pai de Forlán diz que situação deve se resolver após as eleições no clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.