Elias diz que não esperava voltar tão cedo à seleção brasileira

Volante do Corinthians fica surpreso ao ver seu nome na lista de convocados do técnico Dunga para rodada de amistosos nos EUA

Estadão Conteúdo

19 de agosto de 2014 | 18h53

O volante Elias, do Corinthians, ficou surpreso ao ser convocado pelo técnico Dunga para defender a seleção brasileira nos amistosos contra Colômbia e Equador, respectivamente nos dias 5 e 9 de setembro, nos Estados Unidos. Nesta terça-feira, ele afirmou que não esperava ser lembrado tão cedo.

O nome do jogador do Corinthians apareceu na primeira lista de Dunga após a Copa do Mundo e se encaixa no processo de renovação da seleção brasileira depois dos fiascos contra Alemanha (7 a 1) e Holanda (3 a 0) na última Copa do Mundo, ainda sob o comando de Luiz Felipe Scolari.

"O momento chegou cedo. Não fiz dez partidas pelo Corinthians no retorno. Pelo status que cheguei no clube, esperava que a oportunidade acontecesse, mas não esperava que fosse logo na primeira (convocação)", afirmou Elias, em entrevista na tarde desta terça-feira.

O volante já havia sido convocado para a seleção brasileira quando Mano Menezes era o treinador. "Ele (Mano) deu os parabéns, mas é mérito individual e da nossa equipe. É natural que equipes que estão disputando o título tenham jogadores convocados", afirmou Elias.

Outro jogador do Corinthians convocado por Dunga nesta terça-feira foi o zagueiro Gil, que pela primeira vez terá a chance de defender a seleção. "É um momento que todo mundo sonha. Nas outras convocações eu sabia que não tinha chance porque o grupo estava fechado, mas continuei trabalhando", contou.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolCorinthiansEliasGil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.