Eliminação prematura preocupa Santos

Uma desclassificação prematura no Rio-São Paulo pode agravar ainda mais a situação financeira do Santos. Essa foi a preocupação que levou o presidente Marcelo Teixeira a reunir o elenco na noite de quarta-feira para cobrar vitórias e estabelecer uma espécie de pacto com o grupo para a conquista da vaga, que garantirá mais cotas de patrocínio e renda. Diante do Fluminense, em Caio Martins, neste sábado, Teixeira considera ?um jogo chave, mas não decisivo". Segundo ele, a vitória neste momento é importante para dar moral à equipe nas partidas finais. O técnico Celso Roth resolveu arriscar, escalando uma equipe mais ofensiva. Deixou de lado o esquema 3-5-2 para escalar os zagueiros Odvan e André Luís, que joga sua primeira partida pelo Santos na atual temporada. Renatinho será o segundo volante, no lugar de Paulo Almeida, o que garante ligação mais rápida com o ataque. Na armação de jogadas, Esquerdinha e Diego vão iniciar a partida e Robert pode jogar mais avançado, ao lado de Oséas. Esses jogadores treinaram durante a semana, mas o técnico não confirmou a escalação do time. Roth não está satisfeito com o que viu nos treinamentos, principalmente com a produção do ataque. William pode ganhar nova chance ao lado de Oséas. A volta de André Luís à equipe foi precedida de uma reunião entre Celso Roth, o zagueiro e o goleiro Fábio Costa. Depois da desclassificação no Paulista do ano passado, Fábio Costa atribuiu a derrota para o Corinthians à falha cometida por André Luís no final da partida, chamando o colega de "moleque" e de "irresponsável". Na seqüência, o zagueiro foi emprestado ao Fluminense, encerrando a crise. No início do ano, porém, André Luís retornou à Vila Belmiro. Nesta quinta-feira, os dois jogadores buscaram encerrar a polêmica. "O que passou é passado e a gente não vai voltar e apagar o que aconteceu", afirmou Fábio Costa. "Para mim já passou e agora é só pensar no jogo contra o Fluminense", disse André Luís, animado com a volta ao time principal justamente contra um time que conhece bem e que defendeu no segundo semestre do ano passado.

Agencia Estado,

14 Março 2002 | 19h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.