Eliminadas da Copa de 2014, Lituânia e Chipre demitem técnicos

Estão sem emprego agora o romeno naturalizado húngaro Csaba Laszlo e o grego Nikos Nioplias

AE, Agência Estado

12 de setembro de 2013 | 15h38

PARIS - Sem chances de se classificar para a Copa do Mundo do ano que vem, no Brasil, Lituânia e Chipre deram sequência nesta quinta-feira à temporada de demissões de treinadores na Europa. Estão sem emprego agora o romeno naturalizado húngaro Csaba Laszlo e o grego Nikos Nioplias.

Laszlo estava no comando da Lituânia desde o ano passado, apenas. O treinador falhou em classificar a equipe pelo menos à repescagem para tentar jogar a Copa do Mundo pela primeira vez. O time lituano está no quarto lugar do Grupo G, que já tem Grécia e Bósnia-Herzegovina como os dois únicos concorrentes pela primeira e pela segunda posições.

Segundo a federação lituana, Laszlo deixa o comando da equipe por acordo mútuo, faltando ainda dois jogos para o fim das Eliminatórias. "Acho que foi a melhor decisão para ambos", comentou o treinador, que será substituído por seu assistente técnico Igor Pankratjev contra Letônia e Bósnia-Herzegovina.

Já o Chipre faz péssima campanha nas Eliminatórias, com apenas quatro pontos conquistados no Grupo E. Sem perspectivas, Nikos Nioplias pediu demissão nesta quinta, depois de derrota por 2 a 0 para a Eslovênia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.