Daniel Augusto Jr./Corinthians
Daniel Augusto Jr./Corinthians

Eliminado, Corinthians encara o Sorocaba como treino para o Brasileirão

Time só voltará a disputar um jogo oficial dia 20 de abril contra o Atlético Mineiro

Vítor Marques, O Estado de S.Paulo

23 de março de 2014 | 05h00

SÃO PAULO - O Corinthians é o único dos grandes que ficou de fora das quartas de final do Campeonato Paulista e só cumpre tabela no Pacaembu em jogo contra o Atlético Sorocaba, virtual rebaixado. Ao menos, hoje é o primeiro jogo que Mano Menezes tem para testar o time que inicia, dia 20 de abril, a disputa do Campeonato Brasileiro - a estreia será contra o Atlético Mineiro, fora de casa.

Mano lamentou a ausência nas fases finais, apontou os erros que sua equipe cometeu - e tentou dissociar a eliminação da derrota do São Paulo domingo passado. "Aqui ninguém transfere responsabilidade, ninguém se faz de vítima", disse, na terça, o técnico.

Fim da polêmica, veio a classificação antecipada na Copa do Brasil que amenizou a crise, sem, contudo, frear a reformulação. A ideia, depois do jogo contra o Sorocaba, é realizar jogos-treino e pelo menos um amistoso antes da estreia contra Atlético Mineiro. Há um lado bom e um lado ruim nesse período de recesso.

A vantagem é o tempo que Mano terá para entrosar os meias Jadson e Renato Augusto - o time de hoje será o titular. "O Jadson é inteligente, com ele em campo a responsabilidade de criar jogadas fica dividida", disse Renato Augusto.

O aspecto negativo é que a diretoria está com dificuldade para reforçar o time. Mano sonhou a contratação de Elias, mas vai ter de se contentar com nomes mais modestos. Apesar da boa fase de Romarinho e Luciano, artilheiros da equipe no ano, a busca é frenética por um atacante.

Guerrero está machucado mas fica no time para a sequência da temporada. Emerson, no banco hoje, está à venda. Por isso, Mano corre o risco de treinar um time nestas três semanas e depois receber reforços a poucos dias da estreia no Brasileirão.

Quem lamentou o período sem jogos, claro, foi o atacante Luciano, que vive um bom momento: ele marcou seis gols em seis jogos e se transformou na melhor opção ofensiva da equipe.

"Ficar três semanas sem jogar é ruim, mas acho que não sou o único a perder com isso, a equipe toda perde", afirmou ele, sem se importar com procura da diretoria por jogadores de frente. "A diretoria está certa em contratar mais jogadores. E, se for um atacante, eu vou fazer meu trabalho."

Mano mexeu apenas em duas peças no time. E por motivos de suspensão. Cleber, expulso contra o Penapolense, dá lugar a Felipe. E Bruno Henrique fica com a vaga de Guilherme, suspenso pelo terceiro amarelo.  O atacante Emerson Sheik não foi relacionado para a partida. Embora a justificativa oficial seja a preservação do jogador para um trabalho de recondicionamento físico - ele vinha reclamando de dores na coxa direita -, fontes ligadas à diretoria afirmam que a intenção é tentar negociar o atacante.

Já o Sorocaba precisa de um milagre para não ser rebaixado. Tem de vencer e torcer contra Oeste, Comercial, Linense e Mogi Mirim. O técnico Roberto Cavalo ainda acredita na permanência na Série A.

FICHA TÉCNICA

Corinthians: Cássio; Fagner, Felipe, Gil e Fábio Santos; Ralf, Bruno Henrique, Renato Augusto e Jadson; Romarinho e Luciano. Técnico: Mano Menezes.

Sorocaba: Deola; Fabinho Capixaba, Lima, Carlos Chaba e Michel; Fernando, Douglas Packer, Anderson Bartola e Alex William; Danilo Alves e Robson. Técnico: Roberto Cavalo.

Juiz: José Claudio Rocha Filho

Horário: 16h

Local: Pacaembu

Transmissão: Premiere FC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.