Marcos de Paula/AE
Marcos de Paula/AE

Elkeson desencanta e Botafogo vence Olaria por 5 a 0 no Campeonato Carioca

Com os resultados do dia o time é o segundo no Grupo A na Taça Guanabara, com nove pontos

LEONARDO MAIA, Agência Estado

08 de fevereiro de 2012 | 21h45

RIO - O Botafogo reverteu dois momentos ruins de uma tacada só nesta quarta à noite, com a vitória por 5 a 0 sobre o Olaria, no Engenhão. Primeiro o coletivo. Depois de três empates seguidos e de iniciar a rodada em quarto lugar no Grupo A, o time alvinegro precisava vencer para recuperar a autoestima e dar tranquilidade ao técnico Oswaldo de Oliveira.

O segundo momento negativo superado foi individual. Elkeson voltou a marcar depois de um jejum de 25 partidas, que vinha desde o primeiro turno do Brasileiro do ano passado. E fez logo dois, para recuperar a confiança e o prestígio perdidos. Loco Abreu deixou outros dois e Maicosuel fechou o placar. "Tenho que continuar trabalhando. Isso é fruto de trabalho. Não me abati com as críticas, mas é normal ter uma queda de rendimento com tantas críticas", avaliou Elkeson.

Com os resultados do dia o Botafogo é o segundo no Grupo A, com nove pontos, mesma pontuação do líder Resende. O Olaria é o lanterna, com quatro pontos.

Foi tudo muito fácil para os botafoguenses. Com muitos espaços na retaguarda do Olaria, os laterais Lucas e Márcio Azevedo avançavam com liberdade e dialogavam com Elkeson e Maicosuel, que se movimentam muito bem. Mas quem abriu o marcador foi o homem-gol de sempre. Loco Abreu testou para as redes o levantamento de Andrezinho. O atacante uruguaio estava ligeiramente adiantado, em difícil lance de impedimento, aos 13, seu número da sorte.

Aos 24, Elkeson desencantou ao receber lançamento Lucas pelo lado direito. A dupla funcionou novamente aos 39. Lucas cruzou e Elkeson mergulhou livre: 3 a 0. Nesse meio tempo Andrezinho deixou o campo machucado para a entrada de Felipe Menezes.

O Olaria até tentou colocar as asinhas de fora no segundo tempo e deu um ligeiro calor no Botafogo de início. Mas era só os donos da casa colocarem a bola no chão para levar perigo.

Aos 20, Felipe Menezes lançou Maicosuel, que passou a Loco Abreu. O atacante chutou rasteiro e ampliou. O resto foi treino de finalizações para os jogadores alvinegros. Um gol anulado e uma bola na trave de Felipe Menezes antecederam o quinto gol. Maicosuel foi lançado e avançou sem marcação, driblou Wanderson e tocou para o gol vazio, já aos 44.

BOTAFOGO 5 x 0 OLARIA

BOTAFOGO - Jefferson; Lucas, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Márcio Azevedo; Marcelo Mattos (Lucas Zen), Renato, Maicosuel, Andrezinho (Felipe Menezes) e Elkeson; Loco Abreu (Herrera). Técnico - Oswaldo de Oliveira.

OLARIA - Wanderson; Ivan, Thiago Eleutério, Diego Macedo e Amarildo; David, Siston, Moisés (Muniz) e Pedrinho; Vanilson (Claudir) e Allan (Pará). Técnico - Amilton Oliveira.

GOLS - Loco Abreu, aos 13, e Elkeson, aos 24 e aos 39 minutos do primeiro tempo; Loco Abreu, aos 20, e Maicosuel, aos 44 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - João Batista de Arruda.

CARTÕES AMARELOS - Marcelo Mattos e Moisés.

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio do Engenhão, no Rio.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogoCampeonato Carioca

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.