Élson pediu e será escalado na Ponte

O meia Élson surpreendeu a todos no estádio Moisés Lucarelli ao garantir que não deseja ser poupado nos jogos da Ponte Preta pelo Campeonato Brasileiro. Mesmo com um problema no joelho, que provoca fortes dores, ele participou do coletivo desta tarde e confirmou sua presença diante do Goiás, neste sábado, no Serra Dourada, em Goiânia. O time campineiro vai buscar a reabilitação da derrota sofrida diante do Cruzeiro, em casa. ?Não desejo uma dor dessas para ninguém, mas continuo à disposição porque, segundo os médicos, não se trata de nada grave?, explicou o meia, um dos destaques do time nos últimos jogos. Mas ele tem sido poupado dos treinamentos devido uma inflamação no tendão patelar do joelho esquerdo. Diante de tanta disposição, o técnico Estevam Soares, que estava disposto a não mandar a campo o jogador na base do sacrifício, acabou se rendendo. ?Os médicos garantem que não é nada grave e o Élson quer jogar. Então ele está escalado?, disse Soares. O volante Luciano Santos e o meia-atacante Rafael Godói estavam na expectativa de ganhar uma chance. As outras mudanças já estavam definidas. Thiago Matias entrará na vaga de Preto, que cumprirá suspensão por ter sido expulso. Carlinhos, recuperado de contusão, ocupará a vaga do volante Romeu, também expulso. No ataque, Tico também volta com o ombro protegido na vaga de Zé Carlos, outro expulso. A Ponte ocupa a nona posição e vai manter o esquema 4-5-1, com o qual somou a maior parte de seus 41 pontos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.