Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Em alta, Danilo agora quer ser titular do Corinthians: 'vou buscar meu espaço'

Meia de 39 anos entrou no segundo tempo do jogo contra o Bahia e marcou os dois da vitória por 2 a 1

João Prata, O Estado de S.Paulo

30 Outubro 2018 | 15h38

Principal destaque da última vitória do Corinthians, o meia Danilo disse em entrevista coletiva nesta terça-feira que se encontra 100% fisicamente e não quer apenas compor elenco. Aos 39 anos, ele busca a titularidade e acredita que ainda há tempo de o time sonhar com objetivos maiores no Campeonato Brasileiro.

"Não tem nada definido ainda, mas vou buscar meu espaço. Futebol é assim, as oportunidades aparecem e você tem que estar bem. O Jair tem muitas opções, cada um com sua característica, ele que vai definir quem vai ser titular", comentou.

Fisicamente, ele disse que está bem e pronto para a sequência dos sete jogos que faltam até o término da temporada. Danilo não vê a idade como empecilho e comentou que a rotina de trabalho é a mesma do que qualquer outro atleta.

"Importante sempre treinar bastante. Do mesmo jeito que eu treino, eu jogo. Futebol é ritmo. Quando um garoto fica um tempo afastado já sente a falta de ritmo, imagina então para quem é veterano? Sem os treinamentos você não chega a lugar algum. Cabeça boa, estar sempre bem e brigar por um lugar no time", comentou.

Danilo entrou no segundo tempo do jogo contra o Bahia e marcou os dois gols no triunfo por 2 a 1 no último sábado. Agora, ele briga por uma vaga entre os 11 no duelo com o Botafogo, domingo, às 16h, no Engenhão, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. "Fiquei muito tempo parado. Mas hoje me encontro 100%", comentou.

RENOVAÇÃO - O jogador sofreu uma grave lesão na perna direita em 2016 e ficou um ano e meio sem entrar em campo. A volta aconteceu no fim de 2017, mas só na atual temporada é que conseguiu readquirir ritmo. Empolgado com a boa apresentação, ele falou que pretende renovar contrato com o Corinthians por pelo menos mais uma temporada. No entanto, disse que essa questão só será tratada com a diretoria após o término do Brasileirão.

"Espero continuar jogando aqui. Mas depende do clube. A princípio, vamos pensar nesses jogos para sair de vez de lá de baixo. Quem sabem ganhar e estar lá em cima. Pensar jogo a jogo e ganhar. A renovação a gente deixa para o final do ano", informou.

Para a partida contra o Botafogo, Danilo pode ser uma opção para a vaga de centroavante. O meia já atuou por diversas vezes como falso 9 e pode se inspirar em Emerson Sheik, que entrou bem na final da Copa do Brasil e não saiu mais do time. Com 40 anos, completou quatro jogos seguidos como titular. "Vamos trabalhar. Estou à disposição e quero ajudar o time nessa reta final", encerrou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.