Nelson Perez/Divulgação
Nelson Perez/Divulgação

Em alta, Fluminense adota postura ofensiva em Goiás

Tricolor quer dizer o adeus definitivo a briga contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro

Leonardo Maia, Agência Estado

28 de setembro de 2013 | 08h25

RIO - Sem perder há seis rodadas, o Fluminense espera devolver ao Goiás um pouco da frustração sofrida com a eliminação da Copa do Brasil, que veio nas mãos do adversário. Despachado daquela competição nas oitavas de final, o time carioca tenta agora ganhar do mesmo rival, neste sábado, a partir das 18h30, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia, e complicar as pretensões dos goianos de se aproximar do G-4 do Brasileirão.

Ao mesmo tempo, o Fluminense também quer sepultar de vez qualquer flerte com o rebaixamento. Com 30 pontos, o time carioca entra na 24ª rodada com cinco acima do 17º colocado Criciúma. Vencer o Goiás, portanto, trará alívio nas Laranjeiras.

Para isso, porém, terá de superar uma das histórias mais cativantes deste campeonato, o atacante Walter. Com um físico que foge à norma, o parrudo goleador (tem oito gols na competição) é uma preocupação para o técnico do Fluminense, Vanderlei Luxemburgo.

"O Walter engana. Muitos acham que ele é grosso, mas, na verdade, é muito técnico. Ele tem velocidade, consegue mudar rapidamente de direção e tem força física suficiente para carregar seu peso. É um dos melhores atacantes do Brasil hoje", elogiou Luxemburgo. O treinador do Fluminense vai utilizar um esquema agressivo para tentar sair de Goiânia com três pontos na bagagem. No treino de sexta-feira, ainda no Rio, ele confirmou a escalação de um trio de ataque, com Biro Biro, Rafael Sóbis e Rhayner. "Se o time vai ficar mais ofensivo é relativo. Às vezes, a equipe tem três atacantes e não consegue fazer gol", disse Luxemburgo.

Outras novidades são o retorno do volante Jean e do zagueiro Leandro Euzébio, ambos recuperados de lesão. O desfalque da rodada é o meia Wagner, que voltou a sentir dores na região do púbis, um problema recorrente. Em seu lugar, entra Felipe.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoFluminense

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.