Em alta, Vasco pede apoio da torcida em São Januário

Time carioca enfrenta o Criciúma embalado pela vitória diante do Fluminense

AE, Agência Estado

25 de julho de 2013 | 16h57

RIO - O Vasco está pedindo o apoio de seu torcedor para o jogo deste sábado, quando recebe o Criciúma pela nona rodada do Brasileirão. Além do bom momento após a vitória sobre o Fluminense no último domingo, o clube apela para o retorno de um grande ídolo vascaíno, o meia Juninho Pernambucano, a São Januário.

Um dos maiores ídolos da história do Vasco, Juninho Pernambucano reestreou no último domingo, quando foi decisivo na vitória sobre o Fluminense no Maracanã. Agora, porém, ele voltará a vestir a camisa vascaína em São Januário, com escalação confirmada para o jogo deste sábado contra o Criciúma.

"É sempre muito importante ter o torcedor do nosso lado. Espero que ele venha nos ajudar, porque será, como é a tônica no Brasileiro, um jogo muito difícil e que precisaremos da vitória, já que atuaremos em casa", afirmou Juninho Pernambucano, convocando a torcida vascaína para encher o estádio.

O técnico Dorival Júnior também entrou na onda e até gravou um vídeo para convocar o torcedor. "Torcida vascaína, agora é o momento. Precisamos muito do seu apoio novamente, que abrace o time. Contamos muito com a presença de todos para nos ajudar", disse o treinador.

"A participação de nossa torcida é fundamental. Também joguei futebol e sei que os torcedores são importantíssimos para ajudar nossa equipe. Trabalhamos sério para conduzir o Vasco ao topo. Temos de estar unidos nesta hora", completou o presidente do clube, Roberto Dinamite.

Além do retorno de Juninho Pernambucano e da vitória sobre o Fluminense, que o deixou em 11º lugar no Brasileirão (tem 10 pontos), o Vasco vive uma onda de boas notícias, com o acerto com dois novos patrocinadores e a contratação dos reforços do lateral Fagner e do volante Guiñazu.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolVascoBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.