Em amistoso, Estados Unidos e Chile empatam em 1 a 1

LOS ANGELES - As seleções de futebol dos Estados Unidos e do Chile empataram neste domingo por 1 a 1 em partida amistosa disputada na cidade de Los Angeles. A equipe visitante vive um clima de incerteza sobre a continuidade de Marcelo Bielsa como o técnico do time.

Reuters

23 de janeiro de 2011 | 11h43

O primeiro gol da partida foi do Chile, que contava apenas com jogadores que atuam no país, com o atacante Esteban Paredes aos 9 minutos do segundo tempo.

O empate saiu em pênalti convertido pelo atacante dos Estados Unidos Teal Bunbury aos 29 minutos do segundo tempo.

O grande poderio físico e a velocidade da equipe dos EUA treinada por Bob Bradley evitou que o Chile pudesse usar a sua tática tradicional de invadir o campo do adversário para dificultar a saída de bola.

Permanência. A continuidade de Bielsa na seleção "Roja" segue em dúvida desde as frustradas primeiras eleições para a Associação de Futebol do Chile em 4 de novembro passado que culminou com a derrota do antigo mandante da entidade Harold Mayne-Nicholls perante ao espanhol Jorge Segovia.

Um dia antes de saber do resultado, o técnico argentino disse que não seguiria no cargo se fosse concretizada a vitória de Segovia.

O espanhol foi impedido de assumir o cargo e a eleição foi refeita no início deste ano. Com a vitória do dirigente Sergio Jadue, segue a incerteza sobre quem comanda a seleção do país.

Jadue, que visitou o técnico antes da viagem aos Estados Unidos, disse que vai aguardar a volta da equipe do amistoso para negociar a permanência de Bielsa no cargo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.