Frederick Breedon/AFP
Frederick Breedon/AFP

Em amistoso, Estados Unidos se recuperam de derrota para o Brasil e batem México

Triunfo norte-americano se deveu muito ao goleiro Steffen, que fez defesas difíceis quando a equipe foi dominada pela seleção mexicana

Estadão Conteúdo

12 Setembro 2018 | 00h34

Derrotada pelo Brasil na sexta-feira passada, a seleção dos Estados Unidos se recuperou na noite desta terça. Em amistoso disputado no Nissan Stadium, em Nashville, a equipe norte-americana derrotou o México por 1 a 0.

O triunfo dos Estados Unidos se deveu muito ao goleiro Steffen, que fez defesas difíceis quando a equipe foi dominada pela seleção mexicana. Além disso, teve o triunfo facilitado pela expulsão do atacante Zaldivar, aos 22 minutos do segundo tempo por uma entrada dura em Trapp.

E com um jogador a mais em campo, arrancou a vitória logo depois, com o gol marcado pelo volante Adams. Ele aproveitou cruzamento rasteiro para definir o triunfo da sua seleção aos 25 minutos, marcando o seu primeiro gol com a camisa dos Estados Unidos.

As duas equipes disputaram o amistoso com equipes repletas de jovens, com a formação norte-americana tendo média de idade de 23 anos, um a menos do que a mexicana, que em seu amistoso anterior havia perdido por 4 a 1 para o Uruguai. E foi dirigida interinamente pelo brasileiro Ricardo Ferretti nesses dois amistosos - ele ocupa temporariamente o cargo que era de Juan Carlos Osorio.

Também nesta terça-feira, a seleção do Equador superou a Guatemala por 2 a 0, com gols de Enner Valencia, aos 37, e Romario Ibarra, aos 39 minutos do segundo tempo. Já a Venezuela, com dois gols de Jose Salomon Rondon na etapa final, derrotou o Panamá também por 2 a 0.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.