Em amistoso, Palmeiras goleia River

Se o treinador Vanderlei Luxemburgo, do Palmeiras, pensou em utilizar o amistoso contra o River , neste sábado à tarde, para tirar algumas conclusões, certamente deve ter deixado o Estádio Alberto Silva frustrado. A partida, vencida pelo time paulista por 4 a 0, foi realizada diante de mais de 20 mil pessoas e marcou a estréia de Leonardo Moura na lateral direita do Palmeiras, com a ida de Arce para o meio-campo. Sem sete jogadores que sagraram-se campeões do Piauí há uma semana vencendo o Flamengo, o River não ofereceu resistência. "Não é sempre que o torcedor desta região do Brasil pode ver o Palmeiras jogar. Por isso colocamos todo o elenco em campo", explicou Luxemburgo, tentando enxergar um lado positivo no amistoso. Antes da partida, os jogadores do River receberam dos adversários as faixas pela conquista do título regional, com direito a fogos de artifício. Mas este foi o último ato de cordialidade do time paulista, que se prepara para enfrentar o Vasco, quarta-feira, pela segunda rodada do Grupo D da Copa dos Campeões. Luxemburgo escalou no primeiro tempo uma equipe inteiramente reserva. Magrão foi sacrificado para a entrada de Leonardo na equipe. Mesmo sem entrosamento, o Palmeiras humilhou o adversário, que chutou apenas uma vez no primeiro tempo, com Alcimar. Com apenas 20 minutos, vencia por 3 a 0. Juninho marcou o primeiro gol aos 16, recebendo de Muñoz. Anselmo, aos 17 e 19, marcou duas vezes na sequência. A goleada serviu de pretexto para um dos responsáveis pela segurança do estádio perder a paciência e invadir o gramado. Com a conivência da polícia local, passou pelo menos 30 segundos insultando o goleiro Régis, substituído quatro minutos depois por Édson devido a uma contusão. Com o time titular na etapa final, o Palmeiras rolou a bola esperando o tempo passar. Preocupado em não tomar uma goleada histórica, o River recuou e o jogo foi disputado no meio-campo. Lopes, aos 44 minutos, definiu a goleada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.