Ina Fassbender / Reuters
Ina Fassbender / Reuters

Em aposta para voltar à elite, Leeds contrata técnico Marcelo Bielsa

Técnico não tem obtido sucesso nos últimos trabalhos que realizou no futebol europeu

Estadão Conteúdo

15 Junho 2018 | 08h06

Em uma aposta para voltar à elite do futebol inglês, o Leeds United anunciou nesta sexta-feira a contratação do técnico Marcelo Bielsa. O tradicional time inglês tenta retornar à Premier League, a primeira divisão do futebol do país, a qual o Leeds não disputa desde 2004.

+ Campeão, Manchester City estreará contra o Arsenal no próximo Campeonato Inglês

+ Campeonato Inglês terá pausa de inverno de duas semanas a partir de 2019/2020

Bielsa assinou contrato de dois anos, com opção de renovação por mais uma temporada. Segundo a imprensa britânica, o técnico argentino vai receber 2,5 milhões de libras por ano (cerca de R$ 12 milhões), tornando-se o treinador mais bem pago da história do clube inglês.

O treinador de 62 anos estava sem emprego desde que deixou o Lille, da França, em dezembro do ano passado. Bielsa vai atuar no futebol inglês pela primeira vez após uma sequência de trabalhos em que não ganhou sequência. Foram quatro clubes comandados entre 2013 e o início deste ano.

Destes, ficou mais de um ano somente no Athletic Bilbao, da Espanha. Na sequência, permaneceu por uma temporada ou até menos no Olympique de Marselha, na Lazio, e no Lille. Em quase todos os seus últimos clubes, Bielsa chamou mais a atenção por controvérsias do que pelos resultados.

Nos clubes europeus que comandou nos últimos anos, Bielsa não conseguiu repetir o bom trabalho realizado nas seleções do Chile e da Argentina, principalmente em relação à ousadia tática em campo.

"Sempre foi minha ambição trabalhar na Inglaterra. Eu tive várias oportunidades para tanto na minha carreira, mas sempre senti que era importante chegar o projeto certo. E, quando um clube com a história do Leeds me oferece um trabalho, é quase impossível recusar", declarou Bielsa.

O Leeds é um dos clubes de maior tradição na Inglaterra, com três títulos do Campeonato Inglês e um vice-campeonato da Liga dos Campeões (1974/1975) e também da então Copa da Uefa (atual Liga Europa) na temporada 1972/1973.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.