Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram

Em áudio dias antes de morrer, Maradona pede para que padrasto cuide de seu filho: 'Meu anjo'

Craque argentino faz apelo para que Diego Fernando, de sete anos, receba carinho e atenção

Redação, O Estado de S.Paulo

01 de dezembro de 2020 | 15h30

Pouco antes de morrer na última semana vítima de uma parada cardiorrespiratória, o ídolo argentino Diego Maradona enviou um áudio ao padrasto do seu filho caçula, Diego Fernando, de sete anos. Segundo a imprensa argentina, o astro entrou em contato com Mario Baudry para pedir que tomasse conta tanto do menino quanto da mãe dele, Verónica Ojeda, com quem Maradona foi casado.

"Cuide muito dela (Verónica) do mesmo jeito que você cuida do meu 'anjo', que não tem comparação com nada", disse o eterno camisa 10 da seleção argentina. "Eu sei que isso vai parecer inusitado, mas quero muito bem a Vero", comentou Maradona. O áudio foi enviado poucos dias antes da sua morte. A revelação do conteúdo causou repercussão na Argentina principalmente por ser um raro contato entre Maradona e o padrastro do seu filho.

"Olha, eu tenho muitos filhos, mas este vai ficar como o último deles", alertou o craque. O padrastro do garoto é chefe de gabinete do Ministro de Segurança da Província de Buenos Aires, Sérgio Berni. Diego Fernando é o mais novo dos cinco filhos reconhecidos pelo jogador. Há outros seis, no entanto, que requerem o reconhecimendo de paternidade e devem entrar com processo para receber parte da herança.

Os cinco filhos reconhecidos são: Dalma, Gianinna e Diego Fernando. Depois, já com os filhos adultos, Maradona atestou ser o pai de Jana, em 1996, e de Diego Sinagra, em 2016. Os outros possíveis são Santiago Lara e Magalí Gil, além dos cubanos Javier, Johana e Harold.

Escute a mensagem de áudio de Diego Maradona

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.