Em Belém, Vasco busca a reabilitação na Série B do Brasileiro contra o Paysandu

Partida também marca o início da série da equipe carioca longe do Rio

Thiago Rabelo, Especial para a AE

04 Outubro 2016 | 07h30

O técnico Jorginho disse que o futuro do Vasco no restante da temporada passa por cinco jogos. Como perdeu o primeiro - para o Náutico, no último sábado -, o time terá de se recuperar nesta terça-feira, às 21h30, contra o Paysandu, no estádio Mangueirão, em Belém. Irregular no segundo turno, o time carioca precisa vencer nesta 29.ª rodada para seguir líder na Série B do Campeonato Brasileiro.

Por causa da derrota em Pernambuco, a diferença do Vasco para o Atlético Goianiense, o segundo colocado, é de apenas dois pontos (51 a 49). O Paysandu, que chegou a ostentar uma invencibilidade de 13 jogos e passou a sonhar com o acesso à Série A, caiu de rendimento e agora ocupa a 14.ª posição, com 35 pontos.

O jogo contra o time paraense será o segundo de uma série de três confrontos que o Vasco fará longe do Rio. No próximo sábado, após ser visitante por duas oportunidades, a equipe carioca decidiu mandar o jogo contra o Londrina, na Arena Amazônia, em Manaus. Por isso, a equipe permanecerá na região Norte, com retorno para casa somente após o duelo do fim de semana.

Novamente pressionado para segurar a liderança, o Vasco não poderá contar com o meia Nenê, principal jogador da equipe e vice-artilheiro da Série B, com 12 gols. O meia recebeu o terceiro cartão amarelo contra o Náutico e desfalca o time, assim como o volante Douglas, que está com a seleção brasileira sub-20.

No meio de campo, Diguinho cumpriu suspensão e retorna ao meio de campo. A outra vaga deve ficar com Madson, que entra na lateral direita, enquanto que Yago Pikachu será deslocado para o meio de campo. Revelado pelo Paysandu, será a primeira vez que o lateral-direito enfrentará o seu ex-clube, já que no primeiro turno ele ficou no banco de reservas e não entrou em campo.

Com mais de 20 mil ingressos vendidos, o Paysandu tenta aproveitar a força da torcida para vencer e voltar a sonhar com o acesso para a Série A. Com Roniery e Fernando Lombardi suspensos, o técnico Dado Cavalcanti confirmou a entrada de Edson Ratinho na lateral direita e de Gualberto na defesa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.