Em BH, Coritiba quer aproveitar boa fase para se livrar de vez do rebaixamento

Time está a uma vitória de garantir a sua permanência na Série A

Estadao Conteudo

19 Novembro 2017 | 06h34

O Coritiba está a uma vitória de garantir a sua permanência na Série A do Campeonato Brasileiro, algo impensável há um mês, quando era vice-lanterna da competição e apresentava um futebol de baixa qualidade. Há sete jogos sem perder, o time dirigido pelo técnico Marcelo Oliveira enfrenta o Atlético Mineiro, no estádio Independência, em Belo Horizonte, neste domingo, para sacramentar uma das maiores reações do torneio. O jogo pela 36.ª rodada está marcado para as 19 horas.

+ Tudo sobre esportes

Para encerrar qualquer chance de ser rebaixado, é necessário vencer em Belo Horizonte e ainda torcer para que Ponte Preta ou Vitória não vençam os seus jogos. O primeiro enfrenta o Fluminense no Rio de Janeiro, nesta segunda-feira, e o outro recebe o Cruzeiro, em Salvador. Com 43 pontos, Marcelo Oliveira vem de quatro vitórias e três empates nos últimos sete jogos. A última derrota ocorreu há quase um mês contra o Grêmio, por 1 a 0, no estádio Couto Pereira, em Curitiba.

Autor do gol na vitória por 1 a 0 contra o Flamengo, o zagueiro Cléber Reis alvoroçou a torcida nas redes sociais. Após o jogo, o Twitter do clube postou um vídeo do jogador, agradecendo o apoio das arquibancadas: "Alô, torcedor coxa-branca. Muito obrigado mais uma vez pela presença de todos aí. Foi gratificante ter vocês, motivante total. Espero que seja assim até o final. Tamo junto, é nóis".

A expressão Motivante Total ganhou força e caiu na boca da torcida, se tornando um mantra dessa reação do clube. Ainda assim, o Coritiba não vai poder contar com o próprio Cléber Reis neste jogo decisivo. O zagueiro recebeu o terceiro cartão amarelo e está automaticamente suspenso. Mesma situação do lateral-esquerdo Thiago Carleto, importante nas bolas paradas, e do atacante Rildo, que nem viajaram com o elenco.

Os desfalques obrigam Marcelo Oliveira a mexer no time titular. Na defesa, o cotado é Mário e na lateral esquerda, William Matheus. A vaga no ataque está sendo disputada por Getterson e Kléber Gladiador. Ambos começaram no banco de reservas contra o Flamengo, mas depois entraram e foram elogiados pelo técnico.

Mais conteúdo sobre:
futebol Coritiba Futebol Clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.