BRUNO TURANO
BRUNO TURANO

Corinthians derrota o Shakhtar Donetsk pela Florida Cup

Danilo e Romero, duas vezes, marcaram pelo alvinegro 

RAPHAEL RAMOS, O Estado de S. Paulo

20 de janeiro de 2016 | 23h49

Mesmo com a saída de cinco titulares, a situação do Corinthians não é tão desanimadora. Nesta quarta-feira, a equipe apresentou um bom futebol diante do Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, e venceu por 3 a 2, pela Florida Cup, em Orlando, nos Estados Unidos. No último domingo, o time já havia feito uma partida equilibrada contra o Atlético Mineiro, apesar da derrota por 1 a 0.

O Corinthians encerra a sua excursão pelos Estados Unidos neste sábado, quando enfrenta o Fort Lauderdale Strikers, que tem Ronaldo Fenômeno como um dos sócios, em Fort Lauderdale. Depois, estreia no Campeonato Paulista contra o XV de Piracicaba, no dia 31, no estádio Itaquerão, em São Paulo.

O destaque da vitória desta quarta-feira foi Romero. O paraguaio marcou dois gols e mostrou que pode ser uma boa opção para o ataque. Outro jogador que jogou bem foi Danilo. Além do primeiro gol, o meia de 36 anos distribuiu bons passes e teve fôlego para jogar 90 minutos.

Mesmo sem a força dos jogadores que deixaram o clube neste início do ano, o Corinthians continua sendo uma equipe bem posicionada, assim como foi na campanha do título brasileiro de 2015. Compacto, não costuma dar muito espaço para o adversário. É muito raro ver os jogadores de defesa dando chutão. Apesar da falta de entrosamento, o time sempre tenta sair jogando trocando passes.

Os novos titulares já estavam no clube na temporada passada e, por isso, estão acostumados ao esquema 4-1-4-1 do técnico Tite. Assim como já havia acontecido na partida contra o Atlético, todos os jogadores contratados neste ano começaram no banco de reservas. O meia Marlone, uma das principais apostas da diretoria para esse ano, por exemplo, só entrou aos 30 minutos do segundo tempo.

Em relação aos titulares do último domingo, o treinador fez duas alterações: Cássio entrou no lugar de Walter e o zagueiro Yago ficou com a vaga de Gil, que retornou ao Brasil para acertar a sua transferência para o Shandong Luneng, da China.

Atento, o Corinthians soube aproveitar os vacilos do Shakhtar Donetsk, principalmente na etapa inicial. O primeiro gol, marcado por Danilo, saiu de um erro na saída de bola do goleiro ucraniano e o terceiro, de Romero, veio após uma bola mal recuada pelos ucranianos.

Um ponto a ser corrigido por Tite é a marcação nas jogadas de contra-ataque. Assim como já havia ocorrido contra o Atlético, nesta quarta-feira o primeiro gol do Shakhtar Donetsk saiu em uma jogada desse tipo.

Ainda sem ritmo de jogo, o Corinthians cansou no segundo tempo e deu campo de jogo para o adversário. O Shakhtar Donetsk fez o segundo gol aos 35 minutos e botou pressão em cima dos corintianos. O time ucraniano ainda teve duas chances claras de empatar, mas faltou pontaria e ainda viu Cássio fazer grande defesa aos 42. Nos acréscimos, Marlone ainda perdeu uma chance na cara do goleiro ucraniano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.