BRUNO TURANO
BRUNO TURANO

Corinthians derrota o Shakhtar Donetsk pela Florida Cup

Danilo e Romero, duas vezes, marcaram pelo alvinegro 

RAPHAEL RAMOS, O Estado de S. Paulo

20 Janeiro 2016 | 23h49

Mesmo com a saída de cinco titulares, a situação do Corinthians não é tão desanimadora. Nesta quarta-feira, a equipe apresentou um bom futebol diante do Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, e venceu por 3 a 2, pela Florida Cup, em Orlando, nos Estados Unidos. No último domingo, o time já havia feito uma partida equilibrada contra o Atlético Mineiro, apesar da derrota por 1 a 0.

O Corinthians encerra a sua excursão pelos Estados Unidos neste sábado, quando enfrenta o Fort Lauderdale Strikers, que tem Ronaldo Fenômeno como um dos sócios, em Fort Lauderdale. Depois, estreia no Campeonato Paulista contra o XV de Piracicaba, no dia 31, no estádio Itaquerão, em São Paulo.

O destaque da vitória desta quarta-feira foi Romero. O paraguaio marcou dois gols e mostrou que pode ser uma boa opção para o ataque. Outro jogador que jogou bem foi Danilo. Além do primeiro gol, o meia de 36 anos distribuiu bons passes e teve fôlego para jogar 90 minutos.

Mesmo sem a força dos jogadores que deixaram o clube neste início do ano, o Corinthians continua sendo uma equipe bem posicionada, assim como foi na campanha do título brasileiro de 2015. Compacto, não costuma dar muito espaço para o adversário. É muito raro ver os jogadores de defesa dando chutão. Apesar da falta de entrosamento, o time sempre tenta sair jogando trocando passes.

Os novos titulares já estavam no clube na temporada passada e, por isso, estão acostumados ao esquema 4-1-4-1 do técnico Tite. Assim como já havia acontecido na partida contra o Atlético, todos os jogadores contratados neste ano começaram no banco de reservas. O meia Marlone, uma das principais apostas da diretoria para esse ano, por exemplo, só entrou aos 30 minutos do segundo tempo.

Em relação aos titulares do último domingo, o treinador fez duas alterações: Cássio entrou no lugar de Walter e o zagueiro Yago ficou com a vaga de Gil, que retornou ao Brasil para acertar a sua transferência para o Shandong Luneng, da China.

Atento, o Corinthians soube aproveitar os vacilos do Shakhtar Donetsk, principalmente na etapa inicial. O primeiro gol, marcado por Danilo, saiu de um erro na saída de bola do goleiro ucraniano e o terceiro, de Romero, veio após uma bola mal recuada pelos ucranianos.

Um ponto a ser corrigido por Tite é a marcação nas jogadas de contra-ataque. Assim como já havia ocorrido contra o Atlético, nesta quarta-feira o primeiro gol do Shakhtar Donetsk saiu em uma jogada desse tipo.

Ainda sem ritmo de jogo, o Corinthians cansou no segundo tempo e deu campo de jogo para o adversário. O Shakhtar Donetsk fez o segundo gol aos 35 minutos e botou pressão em cima dos corintianos. O time ucraniano ainda teve duas chances claras de empatar, mas faltou pontaria e ainda viu Cássio fazer grande defesa aos 42. Nos acréscimos, Marlone ainda perdeu uma chance na cara do goleiro ucraniano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.