Divulgação/Avaí
Divulgação/Avaí

Em busca da marca de 400 jogos, ídolo Marquinhos renova com o Avaí

Com contrato de três meses, meia precisa entrar em campo apenas mais duas vezes para alcançar marca

Redação, Estadão Conteúdo

07 de janeiro de 2019 | 20h04

Teve festa, lágrimas e o acesso para a primeira divisão do Campeonato Brasileiro. Tudo levava a crer que de fato seria a aposentadoria do meia Marquinhos. Mas não foi. Nesta segunda-feira, o Avaí surpreendeu a torcida e oficializou um contrato de três meses com o jogador de 37 anos. A ideia é que ele faça apenas dois jogos na Ressacada, para completar 400 partidas com a camisa do clube, e depois passe a exercer a função de diretor no departamento de futebol.

Marquinhos chegou a receber uma sondagem do Brasiliense, clube do Distrito Federal, e ficou aguardando uma proposta oficial, mas a conversa com o presidente Francisco José Battistotti e a ideia de completar 400 jogos com a camisa do Avaí pesou na hora da decisão.

Sua "nova" despedida já tem data marcada: contra o Hercílio Luz, em 23 de janeiro, na terceira rodada do Campeonato Catarinense. Antes, no dia 17, joga contra o Metropolitano, em compromissos marcados para a Ressacada.

Depois que alcançar mais esse objetivo, Marquinhos vai ter o caminho aberto para se tornar dirigente do Avaí. "Galego (Marquinhos) vai fazer os 400 jogos no Avaí. Vamos fazer um contrato de três meses e depois vou aproveitá-lo como gerente de futebol, para trabalhar ao lado de Joceli (dos Santos)", confessou o Battistotti em entrevista à rádio CBN/Diário de Florianópolis.

Outra novidade do Avaí nesta segunda-feira foi o retorno do lateral Julinho, que estava no Renofa Yamaguchi, da segunda divisão do Japão. Com 32 anos, ele jogou no clube entre 2010 e 2013, além de ter passagens por Vasco, Sport, Guarani, Santa Cruz e Operário-PR. Antes do quinto reforço, o clube já tinha oficializado Gegê, Lucas Frigeri, Alex Silva e João Paulo.

 

 

Mais conteúdo sobre:
Avaí Futebol Clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.