Sérgio Neves/AE
Sérgio Neves/AE

Em busca de afirmação, São Paulo reencontra o Inter

Equipe tricolor tenta continuar na briga por uma vaga no G-4, a partir das 21h, no Morumbi

GIULIANDER CARPES, Agência Estado

16 de setembro de 2010 | 07h07

São Paulo e Internacional se reencontram às 21 horas (de Brasília, com transmissão do estadão.com.br e da rádio Eldorado/ESPN) desta quinta-feira, no Morumbi, pela primeira vez desde a semifinal da Copa Libertadores, em que a equipe gaúcha passou pelos paulistas e caminhou para levar o título da competição continental. Hoje, a situação é distinta. Os tricolores tentam permanecer vivos na briga por uma vaga no G-4 tendo em vista a Libertadores do próximo ano, enquanto os colorados procuram se convencer de que ainda podem brigar pelo título brasileiro que não vencem há 31 anos.

Veja também:

linkInter precisa vencer no Morumbi para seguir sonhando

linkSão-paulino Marcelinho quer ser chamado de Lucas

A estratégia do técnico Sérgio Baresi é evitar qualquer sentimento de revanche. Mas o jogo vai dizer muito às duas equipes, principalmente em caso de derrota. O São Paulo precisará de uma recuperação surpreendente e o Inter já poderá começar a pensar apenas em Abu Dabi e o Mundial de clubes.

"O jogo não funciona como revanche porque não temos como voltar à Libertadores deste ano. Mas podemos pensar na próxima. Aliás, devemos", diz o técnico. "Todo ano há uma pressão muito forte no São Paulo para estarmos na competição e este ano não é diferente. É o nosso próximo objetivo."

O caminho para figurar no G-4 - ou G-6, se Santos e Inter, já classificados à Libertadores, estiverem nas primeiras posições - passa por aproveitar uma sequência de jogos favorável ao São Paulo. Além do Inter, nesta quinta, a equipe não sai da Capital para enfrentar o Palmeiras, no Pacaembu, e o Guarani e o Goiás, no Morumbi.

"O momento é agora, cada jogo é uma decisão", afirma Baresi, utilizando discurso parecido com o de Muricy Ramalho na campanha de recuperação que culminou com o título brasileiro de 2008. "Estas próximas quatro partidas serão fundamentais. Sabemos da nossa condição. Tenho certeza que nestes quatro jogos alavancaremos nossa classificação no campeonato."

DIFICULDADES. Apesar do otimismo, Sérgio Baresi tem problemas para escalar a equipe. Ainda não poderá contar com Ricardo Oliveira (tendinite no joelho esquerdo) e Alex Silva (artroscopia no joelho direito), que já treinam em campo, mas ainda não têm totais condições de jogo. "Lesões e suspensões são fatores que complicam nossa classificação, faz muita diferença não contar com jogadores importantes como esses em jogos decisivos. Mas esperamos que eles voltem logo para nos ajudar", explica o técnico.

A tendência é de que Baresi forme o meio-de-campo com Jorge Wagner e Lucas (Marcelinho pediu para ser chamado assim), mas o treinador também pode colocar Cléber Santana ou Carlinhos Paraíba, variações que testou nesta terça em treino secreto. "O Cléber é uma opção para dar mais ofensividade à equipe, mas ainda não sei se começo o jogo com ele", despista Baresi.

SÃO PAULO - Rogério Ceni; Jean, Xandão, Miranda e Richarlyson; Casemiro, Rodrigo Souto, Jorge Wagner e Lucas; Dagoberto e Fernandão. Técnico: Sérgio Baresi.

INTERNACIONAL - Renan; Nei, Bolívar, Índio e Kléber; Wilson Matias, Glaydson, Tinga (Marquinhos) e D'Alessandro; Leandro Damião e Giuliano. Técnico: Celso Roth.

Árbitro - Felipe Gomes da Silva (RJ); Horário - 21 horas (de Brasília); TV - Pay-per-view; Rádio - Eldorado/ESPN (AM 700/FM 107,3); Local - Estádio Morumbi, em São Paulo (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.