Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Em busca de encaixe, Palmeiras faz primeiro jogo em casa no Brasileirão

Equipe recebe o Goiás para se recuperar de tropeço no meio de semana, quando empatou com o Fluminense

Ricardo Magatti, especial para o Estado, O Estado de S.Paulo

15 de agosto de 2020 | 05h00

O Palmeiras já tem um título na temporada. Conquistou recentemente o Campeonato Paulista, mas ainda não engrenou em 2020. O time não consegue manter uma consistência e por enquanto não venceu nenhum rival da elite do futebol nacional. Terá mais uma oportunidade neste sábado, no duelo contra o Goiás, às 21h30, em sua primeira partida no Allianz Parque pelo Campeonato Brasileiro.

O time teve pouco momentos de bom futebol neste ano, mas conseguiu conquistar o Estadual, mesmo assim. Agora, o desafio do técnico Vanderlei Luxemburgo é dar consistência e encaixe para que a equipe possa brigar pelo título. Na estreia no Brasileirão, a equipe empatou em 1 a 1 com o Fluminense, no Maracanã. Em um jogo faltoso e de baixo nível técnico, poucos jogadores do Palmeiras tiveram bom rendimento técnico.

Se não venceu nenhum rival da Série A, por outro lado, o Palmeiras segue invicto em casa neste ano. Em oito partidas, foram seis vitórias e dois empates jogando no gramado sintético do Allianz Parque.

Poupados no confronto contra o Fluminense, o goleiro Weverton, o zagueiro Gustavo Gómez e o volante Patrick de Paula retornam à equipe titular. No ataque, ainda não se sabe se Luxemburgo manterá a formação mais cautelosa, com dois atacantes, ou se voltará a atuar com três jogadores na frente.

Nos últimos jogos, o treinador tem escalado Zé Rafael como ponta, com Willian e Rony se revezando entre o banco de reservas e os titulares. Por jogar em casa, é possível que a equipe tenha uma escalação mais ofensiva.

Outra incógnita está no meio de campo. Nenhum dos que por ali jogam agradaram. Tanto Lucas Lima, como Raphael Veiga e Gustavo Scarpa não conseguiram convencer, o que fez Luxemburgo utilizar três volantes nas últimas partidas, com Ramires mais à frente de Patrick de Paula e Gabriel Menino. Desta vez, pode ser que Lucas Lima ganhe uma nova chance entre os 11 iniciais, já que fez um bom segundo tempo contra o Fluminense.

O capitão Felipe Melo, em recuperação de lesão muscular na coxa esquerda, segue fora. O natural é que Luan fosse mantido na equipe ao lado de Gómez, que volta a atuar. No entanto, Vitor Hugo teve boa performance no Maracanã e pode continuar no time, o que formaria a quinta zaga diferente nesta temporada. O setor é o ponto forte do time em 2020.

Adversário do Palmeiras, o Goiás ganhou mais dois problemas. Novamente os desfalques são por conta do surto de covid-19 que atingiu o elenco. O clube, no entanto, optou por não divulgar os nomes e nem os relacionados para a partida. Vale lembrar que os primeiros dez casos só foram a público através dos próprios jogadores.

A equipe também não confirmou, mas a CBF negou a liberação de Lucão do Break. No entender da entidade, o jogador ainda não cumpriu os 10 dias de quarentena desde que passou a estar assintomático. O último exame havia dado negativo, assim como do atacante Rafael Moura, que não pôde ser relacionado por ter feito tratamento com corticoide, substância proibido na lista antidoping.

Com isso, a dupla só estará à disposição na próxima semana, assim como os seguintes Tadeu, David, Jeferson, Sandro, Ratinho, Keko, Mike, Quevedo e o Lucas Cavalcante. Por outro lado, deverá ter o retorno neste sábado do volante Gilberto Júnior.

Além da entrada dele, o técnico Ney Franco deverá fazer duas mudanças. Yago Rocha e Thalles deverão perder espaço para Juan Pintado e Douglas Baggio, respectivamente. Essas mudanças já haviam sido realizadas no intervalo da derrota por 2 a 1 para o Athletico-PR, quarta-feira, em Curitiba.

Ney Franco, apesar das baixas, tem procurado passar tranquilidade aos jogadores. "Embora enfrentemos o Palmeiras em São Paulo, nós acreditamos que podemos jogar mais para frente, em relação ao jogo contra o Athletico. Estamos nos adaptando às dificuldades, mas temos a confiança que faremos um bom jogo". 

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS X GOIÁS

PALMEIRAS - Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Vitor Hugo (Luan) e Viña; Patrick de Paula, Gabriel Menino e Ramires (Lucas Lima); Zé Rafael (Willian), Rony e Luiz Adriano. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

GOIÁS - Marcelo Rangel; Yago Rocha, Fábio Sanches, Rafael Vaz e Heron; Gilberto Júnior, Luiz Gustavo e Daniel Bessa; Thalles, Vinícius Lopes e Victor Andrade. Técnico: Ney Franco.

ÁRBITRO - Paulo Roberto Alves Junior (PR).

HORÁRIO - 21h30. 

LOCAL - Allianz Parque, em São Paulo. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.