Lucas Figueiredo/CBF
Lucas Figueiredo/CBF

Em busca de experiência no setor defensivo, São Paulo faz proposta por Miranda com aval de Crespo

Ciente de que não pode dar um passo maior do que as pernas, clube tricolor faz oferta de produtividade ao zagueiro de 36 anos com passagens pela Europa

Redação, O Estado de S.Paulo

05 de março de 2021 | 10h15

O São Paulo quer reforçar sua zaga com a contratação do zagueiro Miranda. Livre no mercado após rescisão com o Jiangsu Sining, da China, o defensor entrou no radar do clube do Morumbi por dois fatores: experiência e identificação. O que dificulta a negociação e até fez com que a equipe tricolor recuasse na investida é o alto valor de seu salário. Ciente de que não pode dar um passo maior que a perna, o time do presidente Julio Cazares propôs ao atleta uma rota alternativa: vencimentos por produtividade. 

Além de um salário fixo, o São Paulo ofereceu ao zagueiro de 36 anos e com passagens pela Europa um bônus por jogos realizados, conforme divulgou o GE. A ideia é reduzir o valor mensal pedido inicialmente pelo jogador, com aditivos de produtividade. Quanto mais Miranda ir a campo e vencer seus jogos, mais ele receberá no fim do mês. Isso aliviaria a folha salarial tricolor, já estufada pelas despesas com Daniel Alves e Hernanes.

Miranda também está no centro da mira do Coritiba, que, assim como o São Paulo, utiliza da identificação para recrutá-lo. O defensor iniciou a carreira no clube paranaense e se destacou nas temporadas de 2004 e 2005. Mas o time alviverde conta com o revés de estar na Série B e disputar a negociação com um clube onde o sentimento do defensor também não é pequeno. Isso porque logo após sua saída do Coritiba, Miranda passou pelo futebol francês e retornou ao Brasil para jogar no São Paulo, onde foi tricampeão brasileiro entre 2006 e 2008. Há ainda a presença de Muricy Ramalho na diretoria de futebol. Ambos trabalharam juntos no Morumbi. 

Além da passagem vitoriosa, a presença de Julio Cazares também faz com que a balança da negociação seja mais pesada do lado são-paulino. Quando Miranda vestia o uniforme tricolor, Cazares era diretor de marketing e Muricy, o treinador. O jogador possui boa relação com ambos. Oferta feita, o São Paulo aguarda uma decisão do defensor, que prometeu responder até o fim desta semana. Aos 36 anos, Miranda teria até como se aposentar no São Paulo em mais algumas temporadas.  

Atualmente, o time comandado pelo técnico Crespo conta com cinco zagueiro. Todos com menos de 30 anos. Bruno Alves e Arboleda são os mais velhos, com 29. Já Rodrigo, Diego Costa e Walce ainda não chegaram aos 23. Vale lembrar que Walce, no momento, não está sequer à disposição em decorrência de uma lesão. Miranda chegaria para ser uma liderança experiente no sistema defensivo do São Paulo.

Crespo já deu o aval para a chegada do zagueiro. O treinador argentino testa o setor com três jogadores, e tem gostado. Essa formação era a mesma que usava no Defensa y Justicia. Sábado, o São Paulo recebe o Santos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.