Bruno Cantini/Divulgação
Bruno Cantini/Divulgação

Em busca de mais confiança, Atlético mira a conquista do tri do Mineiro

Moral aumentaria muito em caso de nova conquista estadual, aposta o elenco

AE, Agência Estado

21 de março de 2014 | 12h04

BELO HORIZONTE - Segundo colocado na fase de classificação do Campeonato Mineiro, o Atlético inicia neste domingo as semifinais da competição em duelo com o América, no Independência, com o objetivo de aumentar a confiança para a sequência da temporada. Para o atacante Diego Tardelli, a conquista do tricampeonato estadual dará mais tranquilidade ao time para os outros torneios.

"Começar o ano ganhando título é importante, assim como foi o ano passado. Estamos firmes e fortes brigando pelo título mineiro e preparados para mais uma das decisões que vêm pela frente. Quando chega nessa fase do mata-mata, a gente sabe da nossa força. Temos tudo para estar na final do Mineiro e vamos em busca do tricampeonato", disse.

O goleiro Victor adotou discurso parecido e garantiu que os jogadores atleticanos valorizam o Campeonato Mineiro, mesmo que também estejam envolvidos na disputa da Copa Libertadores. "Clube grande como o Atlético, de torcida, de tradição, vive de títulos e os títulos trazem confiança. Então, nada mais importante do que você conquistar títulos e vitórias para sempre manter essa linha de confiança. O Estadual é importante e a gente vai lutar por isso, fazer de tudo para conseguir o tricampeonato, sabendo que temos duas partidas dificílimas contra o América. São clássicos contra um adversário tradicional, mas esperamos conseguir alcançar nosso objetivo", comentou.

Victor lembra que agora o Atlético fará uma série de jogos decisivos, pelo torneio estadual e também pela Libertadores nas próximas semanas. "Você tendo dois jogos decisivos e conseguindo uma classificação, as coisas passam a fluir de forma melhor. Temos jogo no domingo e, depois, uma semana para trabalhar, coisa rara no calendário. É uma sequência complicada de jogos decisivos, mas que todos aqui já estão acostumados. Tenho certeza que as coisas acontecerão da melhor forma possível", destacou.

O goleiro destacou a necessidade do Atlético entrar em campo atento diante do América e destacou o meia Tchô e o atacante Obina como principais jogadores do adversário. "O América vem evoluindo, está em uma crescente e os jogadores de frente vivem bom momento, o Obina, o Tchô. Eles estão vindo de vitórias consecutivas difíceis e fora de casa, resultados que renderam uma classificação, então, temos que estudar muito bem o adversário para não sermos surpreendidos", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.