Vitor Silva/SSPress/Botafogo
Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Em busca de reação, Botafogo tenta superar desfalques contra Chapecoense

Sem os machucados Gatito Fernandez e Jefferson, Saulo assume a titularidade no gol

Marcio Dolzan, Estadão Conteúdo

26 de julho de 2018 | 06h54

Vindo de duas derrotas neste retorno do Campeonato Brasileiro após a Copa do Mundo, o Botafogo recebe a Chapecoense nesta quinta-feira, às 19h30, no Engenhão, tentando se reencontrar na competição. Para isso, o técnico Marcos Paquetá terá que superar a impaciência da torcida e uma série de desfalques. Isso porque cinco jogadores estão contundidos e outros dois estão suspensos.

O principal desfalque está no gol. Tanto Gatito Fernandez quanto Jefferson estão machucados. Saulo, que entrou durante a derrota por 2 a 0 para o Flamengo no último final de semana, vai para o jogo.

Com 17 pontos, o Botafogo está próximo da zona da degola. O time vinha bem antes da Copa do Mundo, mas durante a parada perdeu seu treinador - Alberto Valentim foi para o futebol árabe - e o substituto, Marcos Paquetá, acumulou duas derrotas até agora.

Apesar disso, o técnico procurou demonstrar tranquilidade para o jogo com a Chapecoense. Ele disse ter visto virtudes na equipe nas derrotas para Corinthians e Flamengo.

"Nos dois jogos tivemos mais chances, tomadas de bola no terço anterior do campo. Tinha ideia de iniciar jogando no contra-ataque, mas precisamos mudar característica com gols no início. Isso seria para um período mais à frente", comentou Paquetá. "Em virtude dos resultados serem adversos muito cedo, com gols aos seis, sete minutos, você precisa mudar a estratégia."

Para o treinador, o que mais preocupa neste início de trabalho são os desfalques. "Estamos tendo ao longo desse período muitos problemas. Pensamos em começar com um jogador e ele teve problema dentário, outro teve problema de saúde, outro teve problema de contusão. Tivemos cinco, seis problemas de forma consecutiva", lamentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.