Rubens Chiri/São Paulo FC
Rubens Chiri/São Paulo FC

Em busca de time base, Aguirre quer aproveitar clássico para 'sanar dúvidas'

Treinador valoriza rodízio, mas reconhece que busca uma equipe titular mais definitiva para o São Paulo

Matheus Lara, O Estado de S.Paulo

19 de maio de 2018 | 07h00

O técnico Diego Aguirre já falou que precisa encontrar um time base para dar entrosamento e melhorar o aproveitamento do São Paulo no restante da temporada. Com dúvidas na defesa e no meio-campo, o treinador vê no clássico deste domingo com o Santos uma oportunidade para tentar solucionar algumas de suas inquietações.

Rodrigo Caio passa por cirurgia e deve ficar dois meses em tratamento

Adepto do rodízio, ele agora busca por mais convicção. "Estamos tentando manter uma base de time. Podemos fazer algumas mudanças, mas gosto também de ter um time titular. Talvez não estamos conseguindo porque as vezes os rendimentos não me dão convicção total. Aí tenho de dar chances aos outros jogadores."

O treinador ainda busca se definir sobre Régis ou Militão na lateral-direita e, na zaga, se monta o time com três ou dois zagueiros - Arboleda, Anderson Martins e Bruno Alves disputam espaço. No meio campo, também vem observando alternadamente Petros, Liziero e Hudson.

"Não tenho uma decisão tomada no sentido de que tem de jogar sempre os mesmos", analisa o comandante. "Também tenho de motivar, porque se o jogador fica um mês fora fica longe do seu nível. Ainda mais aqui com muitos jogos. Depois do Santos, teremos seis jogos quarta e domingo. É difícil manter. Atletas machucam e têm dificuldades."

De olho em revelações, Aguirre levará treinos do São Paulo para Cotia

Para Aguirre, ninguém tem espaço garantido no time. Perguntado em coletiva sobre o papel central de Nenê, ele lembrou:  "Tem uma liderança dentro de campo importante. Não significa que vai jogar todas. Aconteceu isso que você falou (jogar todas), mas vai ser normal tirar de algum jogo. Importante é o rendimento. Está em alto nível. Tem de confirmar jogo a jogo. Ninguém tem lugar garantido. Tem de mostrar e continuar. Domingo será para Nenê e para todos uma nova oportunidade de mostrar alto nível competitivo, futebolístico, para justificar.“

Sem Rodrigo Caio, que se recupera de cirurgia no pé esquerdo, uma provável escalação do São Paulo para o duelo contra os santistas tem Sidão; Éder Militão, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Jucilei, Petros e Nenê; Lucas Fernandes (Marcos Guilherme ou Shaylon), Diego Souza e Everton.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.