Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Em busca do primeiro título internacional, Carille quer Corinthians focado

Técnico descarta poupar jogadores, pois projeta a conquista da Copa Sul-Americana, algo inédito para o clube

O Estado de S.Paulo

20 de setembro de 2017 | 11h02

O título do Campeonato Paulista e a liderança isolado no Campeonato Brasileiro não são suficientes para o técnico Fábio Carille. O comandante do Corinthians quer mais e garante foco total na Copa Sul-Americana, já que é a oportunidade dele ganhar o primeiro título internacional na carreira.

Visando fazer história, o treinador decidiu levar a campo força máxima para encarar o Racing. Os desfalques são apenas por questões físicas. O lateral-esquerdo Guilherme Arana, com dores na coxa direita e que nem chegou a viajar para a Argentina, e o volante Maycon e o meia Rodriguinho, ambos com dores musculares, mas que ficarão no banco de reservas.

“É um campeonato (Sul-Americana) importantíssimo para o Corinthians. É um título que falta. Estamos levando muito a sério, tanto que não estou poupando ninguém. Só tirando três jogadores. É muito importante para nós e para a minha carreira, pois é meu primeiro torneio internacional, então tenho que levar muito a sério”, comentou o treinador.

Dentre os principais títulos, o único que o Corinthians nunca conquistou é a Copa Sul-Americana. E para ir em busca da taça inédita, terá que superar a pressão da torcida do Racing, que promete fazer muito barulho e pressão em cima do elenco, no acanhado estádio em Avellaneda. 

Carille acredita que o Racing deve partir para cima, apesar do esquema tático com três defensores. “O Racing tem uma forma definida de jogar e não acho que com 50 mil torcedores aqui vão ficar atrás. Espero algo muito parecido com o que aconteceu em São Paulo. É assim que eles têm jogado e é o estilo do treinador”, comentou o treinador .

Tudo o que sabemos sobre:
Corinthiansfutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.