Em casa, Botafogo põe fim a jejum e vence o Sport

Time ganha por 3 a 1 volta a vencer depois de 5 derrotas; lateral Luciano Almeida quebra a perna

Leonardo Maia, especial para o Estadão,

20 de outubro de 2007 | 20h28

Vindo de cinco derrotas consecutivas, o Botafogo não podia pensar em outra coisa que não uma vitória contra o Sport, a quem recebeu neste sábado, no Engenhão. Mais valente e determinado, o time alvinegro conseguiu o triunfo do alívio, 3 a 1, gols de Lúcio Flávio, Dodô e Luciano Almeida, que mais tarde seria vítima de um lance desafortunado a enegrecer a noite. Reginaldo marcou para os pernambucanos. A vitória leva provisoriamente o Botafogo para a oitava posição, com 45 pontos. O Sport cai para décimo, parado nos 43.  Veja também: Classificação Resultados / Calendário A nota triste aconteceu aos sete minutos da segunda etapa. Pouco depois de fazer o segundo gol, Luciano Almeida foi vítima do gramado muito baixo do Estádio João Havelange. Numa dividida, o pé do lateral ficou travado no solo e girou para o lado inverso, quebrando a perna. O jogador está internado no Hospital Copa D'or, em Copacabana, no Rio de Janeiro, e deve passar por uma operação no local ainda neste sábado.   Em virtude de suspensões e contusões, o técnico botafoguense, Cuca, desfez o esquema com três zagueiros e armou sua equipe no 4-4-2. Já Geninho, treinador do Sport, veio para segurar o empate, deixando Carlinhos Bala isolado no ataque com seu 3-6-1.  BOTAFOGO3Júlio César, Joilson, Renato Silva    , Juninho e Luciano Almeida (Alex); Leandro Guerreiro, Diguinho    , Lúcio Flávio e Zé Roberto (Adriano Felício); Reinaldo (Moreno) e Dodô. Técnico: Técnico - Cuca.SPORT1Magrão; Durval, César e Igor (Reginaldo); Lusinho Netto, Júnior Maranhão, Ticão, Romerito     (Rosembrick), Adriano Gabiru (Anderson) e Dutra    ; Carlinhos Bala.Técnico: Geninho. Gols: Lúcio Flávio, aos 6 minutos do 1º tempo. Luciano Almeida, aos 4; Dodô, aos 12; e Reginaldo, aos 40 minutos do 2º tempo.Árbitro: Paulo César Oliveira (SP)Renda: R$ 112.515,00Público: 15.560 pagantes.Estádio: João Havelange, Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)Um gol no início era tudo de que o Botafogo precisava. E ele veio logo no sexto minuto, Reinaldo recebeu no meio-campo e tocou de calcanhar, de primeira, para Lúcio Flávio, que chutou de longe, no ângulo de Magrão. Golaço. Uma pitada do bom futebol que a equipe apresentava no primeiro semestre. O Alvinegro dominava as ações, levando perigo com tabelas entre Lúcio Flávio, Dodô e Reinaldo. O Sport, por sua vez, nada produzia além de chutes esporádicos de longa distância.  No início da segunda etapa, porém, outro gol rápido selou a vitória. Juninho disparou canhão em cobrança de falta, o goleiro deu rebote e Luciano Almeida aproveitou. Isso quando Geninho arriscava o empate ao tirar o zagueiro Igor e colocar o atacante Reginaldo.  Aos 12, Dodô ampliava ao completar de primeira, com estilo, belo passe de Lúcio Flávio. Outro lindo gol. O gol de honra pernambucano veio aos 40 minutos. Dutra fez bela jogada e rolou para Reginaldo chutar forte. O Botafogo criaria outras oportunidades. Mas a vitória, do tamanho que fosse, era o que importava. O próximo compromisso alvinegro é contra o Juventude, em Caxias do Sul. Já o Sport encara o São Paulo, no Recife. Atualizada às 21h50

Tudo o que sabemos sobre:
Brasileirão Série A

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.