Em casa, Criciúma se reabilita em cima do Vitória

O triunfo deixa o time catarinense com 26 pontos, agora encostado na zona de classificação para a elite

AE, Agência Estado

16 de agosto de 2011 | 21h53

CRICIÚMA - O Criciúma está reabilitado da derrota sofrida para a Ponte Preta, no último sábado. O clube catarinense venceu o Vitória por 2 a 1, nesta terça-feira, em Criciúma, pela 17.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Os anfitriões foram melhores no primeiro tempo e abriram 2 a 0 com dois gols de Zé Carlos. Na etapa final, Marquinhos descontou para os baianos.

O triunfo deixa o Criciúma com 26 pontos, agora encostado na zona de classificação. O Vitória, por sua vez, segue fazendo campanha irregular e fica estacionado com 23 pontos, no meio da tabela de classificação.

O time catarinense foi soberano no primeiro tempo e saiu na frente aos 19 minutos. Fábio Santana cobrou escanteio da esquerda, Zé Carlos apareceu no segundo pau e cabeceou para as redes. O segundo gol saiu aos 32. Schwenck cruzou da ponta esquerda, a defesa do Vitória se atrapalhou e Zé Carlos empurrou para o gol, confirmando a fama de matador.

Na etapa final, o Vitória voltou melhor após as mudanças de Vágner Benazzi e descontou aos sete minutos. Geraldo lançou Neto Baiano, o goleiro Andrey saiu do gol e se atrapalhou com o zagueiro Anderson Conceição. O rebote sobrou para Marquinhos, que chutou para o gol por cobertura e marcou. No mais, o Criciúma se fechou e garantiu o importante resultado.

O próximo compromisso do Criciúma pela Série B será neste sábado contra o Barueri, às 16h20, fora de casa. O Vitória também joga no sábado contra o São Caetano, às 16h20, em São Caetano do Sul.

CRICIÚMA - 2 - Andrey; Fábio Santana, Rogélio, Anderson Conceição e Pirão; Baraka, Henik e Pedro Carmona (Roni); Schwenck (Massari), Adeílson e Zé Carlos (Éder). Técnico: Mauro Fernandes

VITÓRIA - 1 - Fernando Leal; Nino Paraíba, Gabriel, Léo Fortunato e Fernandinho; Zé Luís, Esdras (Geovane), Uelliton e Lúcio Flávio (Geraldo); Marquinhos e Neto Baiano (Fábio Santos). Técnico: Vágner Benazzi

Gols - Zé Carlos, aos 19 e aos 33 minutos do primeiro tempo; Marquinhos, aos 7 minutos do segundo tempo; Cartões amarelos - Pedro Carmona, Massari, Henik e Anderson Conceição (Criciúma); Nino Paraíba, Zé Luís, Uelliton e Fábio Santos (Vitória); Árbitro - Emerson de Almeida Ferreira (MG); Renda - R$ 66.700,00; Público - 6.324 pagantes; Local - Estádio Heriberto Hulse, em Criciúma (SC).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.