Reprodução Twitter CSA
Reprodução Twitter CSA

Em casa, CSA bate Paysandu e sustenta terceira posição da Série B

Hugo Cabral, aos oito minutos do segundo tempo, fez o único gol da partida

Estadão Conteúdo

02 Outubro 2018 | 23h42

O CSA deu mais um passo rumo ao acesso na Série B do Campeonato Brasileiro ao vencer o Paysandu por 1 a 0, nesta terça-feira, no estádio Rei Pelé, pela 30.ª rodada. O único gol do duelo foi marcado por Hugo Cabral.

Com o resultado, o time alagoano se garantiu na terceira posição, com 50 pontos, empatado com o vice-líder Goiás, que leva vantagem no número de vitórias: 15 a 14. O Fortaleza tem 53. Já o Paysandu sofreu o quarto tropeço consecutivo e não conseguiu deixar a zona de rebaixamento. A equipe paraense está na 18.ª posição, com 31, um a menos do que o Juventude, o 16.º e primeiro clube fora da zona de descenso.

Em situação delicada na tabela de classificação, o Paysandu precisou tomar a iniciativa e foi melhor durante todo o primeiro tempo. A marcação pressão deu resultado. O time paraense aproveitou as roubadas de bola no campo ofensivo para criar as melhores oportunidades, mas não conseguiu transformar a superioridade em gol.

A bola não entrou também muito pela atuação de Frigeri, que fez grande defesa aos 27 minutos, quando Felipe Guedes recebeu belo passe de Thomaz e parou no goleiro. No lance seguinte, Marcos Júnior tentou de cobertura, porém, o camisa 1 salvou. A pressão continuou até o fim. Hugo Almeida perdeu mais uma boa chance, enquanto o CSA só teve uma tentativa de Rubens, que passou perto do gol de Renan Rocha.

No segundo tempo, o CSA colocou a bola no chão e não demorou para abrir o placar no Rei Pelé. Aos oito minutos, Hugo Cabral recebeu fora da área, cortou para o pé direito e mandou um belo chute em curva para o fundo das redes.

A resposta do Paysandu veio aos 19. Maicon Silva jogou a bola para dentro da área, Lucas Frigeri falhou e Marcos Júnior ficou com a sobra. O volante parou no zagueiro Leandro Souza, que salvou a equipe alagoana de levar o empate.

O último suspiro da equipe paraense foi aos 42 minutos. Maicon achou Lúcio Flávio livre dentro da área. Mas o atacante perdeu a melhor chance do Paysandu no segundo tempo, não conseguindo, assim, evitar a derrota.

Na próxima rodada, o Paysandu enfrenta o CRB na terça-feira, às 19h15, no Estádio da Curuzu, em Belém. O CSA volta a campo no dia 12 de outubro, às 21h30, diante da Ponte Preta, no Rei Pelé, em Maceió (AL).

FICHA TÉCNICA

CSA 1 X 0 PAYSANDU

CSA - Lucas Frigeri; Celsinho, Leandro Souza, Matheus Lopes e Rafinha; Yuri, Daniel Costa (Jhon Cley), Didira e Juan (Pio); Rubens e Neto Berola (Hugo Cabral). Técnico: Marcelo Cabo.

PAYSANDU - Renan Rocha; Maicon Silva, Diego Ivo, Timbó e Guilherme Santos; Renato Augusto, Nando Carandina, Marcos Júnior (Pedro Carmona) e Felipe Guedes (Romarinho); Thomaz (Lúcio Flávio) e Hugo Almeida. Técnico: João Brigatti.

GOL - Hugo Cabral, aos oito minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Jean Pierre Gonçalves Lima (RS).

CARTÕES AMARELOS - Diego Ivo, Guilherme Santos, Pedro Carmona e Marcos Júnior (Paysandu).

RENDA- R$ 95.861,00.

PÚBLICO - 8.213 torcedores.

LOCAL - Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL).

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.