Em casa, Figueirense joga pela sua sobrevivência

A partida que vai selar a manutenção na Série A do Campeonato Brasileiro ou o rebaixamento para a Série B figura como a mais importante do ano para o Figueirense. O time catarinense enfrenta neste domingo, às 17 horas, o Internacional, em Florianópolis, comprometido exclusivamente com a vitória, mas também com a sorte de tropeços de adversários.O jogo vai marcar um recorde de público em jogos do Figueirense em casa. Todos os 19.950 lugares do estádio Orlando Scarpelli serão ocupados, uma vez que os cerca de 10 mil ingressos colocados à venda se esgotaram na manhã de sexta-feira. Os demais lugares serão ocupados por sócios.O otimismo da torcida na vitória é grande, porém também terá que torcer para que o Santos derrote o Náutico, na Vila Belmiro, ou o Atlético Paranaense não vença o Flamengo, em partida no mesmo horário em Curitiba.Em campo, o time catarinense atuará com quase toda a sua força máxima. O desfalque será o volante Diogo, suspenso. A diretoria, inclusive, assumiu pagar parte da multa prevista no contrato do meia Cleiton Xavier. Uma cláusula impede que o jogador atue contra seu ex-clube e, num acordo entre as diretorias, ficou acertada a escalação do artilheiro do Figueirense na Série A com 11 gols.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.