Em casa, Grêmio quer atropelar

O Grêmio vai tentar atropelar seus adversários em casa e buscar pelo menos um empate fora para chegar à última rodada da fase final da Série B do Campeonato Brasileiro já classificado. Para isso conta com a volta do meia Anderson, recuperado da torção no tornozelo direito que sofreu jogando a final do Mundial Sub-17 pela seleção brasileira no dia 2 de outubro. Maior revelação surgida no Olímpico depois de Ronaldinho Gaúcho, o jogador é daqueles que definem uma partida com jogadas individuais. Ele só rejeita a condição de salvador da pátria e diz que esta é a hora de o conjunto brilhar.A matemática gremista passa por três vitórias no Olímpico a ao menos um empate nos dois primeiros jogos como visitante. O técnico Mano Menezes acredita que pode tirar proveito da tabela. "Tudo ficará a nosso favor se vencermos a primeira em casa", prevê, referindo-se à estréia na fase final, sábado, contra o Náutico. Se sair de Porto Alegre com três pontos o time poderá jogar mais tranqüilo, apostando no erro do adversário, nas partidas contra o Santa Cruz, na segunda rodada, e a Portuguesa, na terceira, ambas fora de casa. O treinador também espera que o duelo que Náutico e Santa Cruz vão travar no Recife, na última rodada do turno e na primeira rodada do returno, quando as vagas ainda não estarão definidas, venha a beneficiar o Grêmio, que torce por dois empates no clássico pernambucano.A má atuação contra o Santo André foi esquecida porque o tricolor não contava com seis titulares, suspensos ou poupados. A única ausência prevista para o jogo contra o Náutico é a do volante Sandro Goiano, suspenso. A volta dos zagueiros Pereira e Domingos, do lateral-esquerdo Escalona, do volante Jeovânio e do meia Marcelo Costa, além de Anderson, devem devolver ao time a competitividade que teve nos quatro jogos que ganhou na fase semifinal, acreditam os confiantes gremistas.

Agencia Estado,

17 de outubro de 2005 | 17h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.