Reuters/ Ina Fassbender
Reuters/ Ina Fassbender

Em casa, Leverkusen derrota Atlético de Madrid com golaço

Bayer quebra sequência de três derrotas; alemães se classificam às quartas de final com um empate no Estádio Vicente Calderón

Estadão Conteúdo

25 de fevereiro de 2015 | 19h04

O Bayer Leverkusen deixou a má fase para trás e venceu o Atlético de Madrid por 1 a 0, nesta quarta-feira, diante de sua torcida, no jogo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões. A vitória veio com um belo gol de Hakan Calhanoglu, após jogada bem trabalhada pelo ataque alemão.

Com o resultado, o Bayer joga por um empate na partida da volta, no dia 17 de março, no Estádio Vicente Calderón, para buscar sua vaga nas quartas de final. O triunfo encerrou uma sequência negativa do Bayer, que vinha de três partidas sem vitória.

O gol que decidiu o jogo saiu apenas no segundo tempo. Aos 12 minutos, Bellarabi avançou pela direita e deu um lindo passe de costas, na entrada da área, para Calhanoglu, que superou rapidamente a marcação e encheu o pé, estufando as redes.

Antes do gol, as duas equipes fizeram um duelo equilibrado na primeira etapa. O Bayer, contudo, tinha ligeira superioridade, principalmente por causa das chances criadas pelo zagueiro Spahic. Na melhor delas, ele acertou a trave.

Depois do intervalo, o Bayer seguiu um pouco melhor em campo e teve grande chance para marcar o segundo gol aos 30 minutos. Depois de cobrança de escanteio, o brasileiro Wendell fez o desvio para trás dentro da área e o atacante Fernando Torres escorou de cabeça para as redes. O árbitro anulou o lance porque a bola já havia saído no tiro de canto.

Na sequência, o Atlético de Madrid ficou em situação ainda mais ameaçada. Tiago fez sua segunda falta dura no jogo e levou novo cartão amarelo. Com um a menos em campo, o time espanhol recuou e segurou o placar para evitar uma vantagem mais ampla dos alemães.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.