Fábio Leoni / Ponte Press
Fábio Leoni / Ponte Press

Em casa, Ponte Preta quer manter boa fase e largar bem na Copa Sul-Americana

Adversário, o argentino Gimnasia y Esgrima, também está em boa fase

Estadao Conteudo

05 de abril de 2017 | 07h06

A Ponte Preta estreia nesta quarta-feira na Copa Sul-Americana, competição em que foi vice-campeã em 2013 e tornou-se um dos xodós da sua torcida. O primeiro jogo contra o Gimnasia y Esgrima, da Argentina, será no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), às 19h15, com promessa de casa cheia. Em campo, o time do técnico Gilson Kleina precisa comprovar a boa fase, já que o treinador está com 100% de aproveitamento desde que assumiu o cargo há três jogos.

O triunfo contra o Santos no último sábado marcou a sequência de três vitórias consecutivas - Palmeiras e São Bento também foram vitimas. Se contar o empate por 3 a 3 com o Santo André, ainda sob o comando de João Brigatti, o time de Campinas alcança a marca de quatro jogos sem perder. Mas o adversário não vem atrás, já que não perde há seis partidas no Campeonato Argentino e vem de quatro vitórias consecutivas.

Justamente por isso, Gilson Kleina não quer tirar o pé do acelerador e deve manter o time titular, mesmo com o segundo jogo das quartas de final do Campeonato Paulista marcado para segunda-feira, no estádio do Pacaembu, em São Paulo. Como Fernando Bob está suspenso no Estadual, ele está confirmado. A tendência é que Elton e Jadson continuam ao seu lado no meio de campo. Wendel, voltando de contusão, e Renato Cajá, se recondicionando, devem ser opções no banco.

O técnico argentino Gustavo Alfaro tem outros problemas para pensar. Ele terá que fazer algumas mudanças táticas em relação ao time que venceu o Atlético Tucumán por 1 a 0, no último sábado. O volante Lucas Licht está suspenso e deve dar lugar ao meia Ramiro Carreira, tornando a equipe mais ofensiva. Sebastián Gorga também assume a posição de Daniel Imperiale na lateral direita. Em grande fase, Nicolás Mazzola é a esperança de gols do Gimnasia y Esgrima.

A Ponte Preta deve começar este jogo com esta formação: Aranha; Nino Paraíba, Marllon, Yago e Reynaldo; Fernando Bob, Jadson e Elton; Lucca, William Pottker e Clayson.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPonte PretaCopa Sul-americana

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.