Em casa, Portuguesa desperdiça chances e perde da Ferroviária pela Copa Paulista

Equipe precisa devolver o placar ou vencer por saldo de três gols para seguir em frente na competição

Estadão Conteúdo

04 Novembro 2017 | 19h10

O sonho de ter um calendário anual em 2018 ficou mais distante para a Portuguesa, que neste sábado perdeu para a Ferroviária por 2 a 0, no estádio do Canindé, em São Paulo, no jogo de ida das semifinais da Copa Paulista. Agora precisa devolver o placar na volta, na Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara (SP), para ao menos levar a decisão da vaga para os pênaltis. Ou vencer por três ou mais gols para ir à final.

+ Tudo sobre esportes

Só sendo finalista é que a Portuguesa poderá ter a chance de conseguir uma vaga no Campeonato Brasileiro da Série D ou na Copa do Brasil do ano que vem. Mas a vaga ficou mais perto do time de Araraquara, vice-campeã em 2016, quando perdeu o título nos pênaltis para o XV de Piracicaba. A outra semifinal está sendo disputada pela equipe de Piracicaba (SP) e pela Internacional, de Limeira (SP).

Como era esperado, a Portuguesa foi para cima do adversário desde o início da primeira etapa, mas não aproveitou as suas chances. Ao contrário da Ferroviária, que chegou bem ao ataque pela primeira vez aos 13 minutos e marcou com o atacante Léo Castro. Ele é o artilheiro da competição, agora com 14 gols.

Após a Portuguesa ter um gol anulado, a Ferroviária conseguiu ampliar em gol de pênalti de Marco Damasceno, aos 35 minutos. Três minutos depois, a Portuguesa também teve um pênalti, mas Guilherme Queiroz desperdiçou. Moralmente o time paulistano se abateu.

No segundo tempo, a Portuguesa manteve o ritmo forte e foi mais agressiva. Mas voltou a falhar nas finalizações. O goleiro Tadeu ajudou os visitantes a segurarem a pressão, fazendo algumas defesas difíceis. Perto de quatro mil torcedores foram ao Canindé. A maioria se decepcionou.

Mais conteúdo sobre:
Portuguesa Canindé [CE] futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.