Loic Venance / AFP
Loic Venance / AFP

Em casa, Rennes perde do Nice e cede liderança do Francês ao Paris Saint-Germain

Em outro jogo, Monaco empata com o Strasbourg fora de casa e segue sem vencer no torneio

Redação, Estadão Conteúdo

01 de setembro de 2019 | 19h47

Derrotado em casa pelo Nice pelo placar de 2 a 1 neste domingo, o Rennes, a sensação das primeiras rodadas do Campeonato Francês, acabou perdendo não só os 100% de aproveitamento que vinha mantendo na competição como também a chance de manter a liderança na tabela de classificação, que agora pertence ao Paris Saint-Germain.

O revés se concretizou em uma virada da equipe visitante, que agora assume o terceiro lugar com o mesmo número de pontos do adversário desta rodada: nove após quatro rodadas. Com o mesmo desempenho até o momento na pontuação, o Paris Saint-Germain leva vantagem no critério de saldo de gols.

O jogo que redefiniu a parte de cima da tabela de classificação do Campeonato Francês teve lugar no estádio Roazhon Park, casa do Rennes, que até chegou a sair na frente com um gol contra de Lloris, ainda no primeiro tempo. Mas Cyprien, de pênalti, e Coly, nos acréscimos, decretaram a vitória para o Nice.

Quem venceu também na rodada deste domingo foi o Olympique de Marselha. Com gol do argentino Dario Benedetto, ex-Boca Juniors, passou pelo Saint-Étienne por 1 a 0, atuando no estádio Vélodrome, em Marselha. O resultado deixou a equipe do volante brasileiro Luiz Gustavo em oitavo lugar com sete pontos, enquanto que o rival estacionou nos quatro, em 16.º.

Ainda sem vencer na competição, o Monaco visitou o Strasbourg e saiu apenas com um empate por 2 a 2. Com duas derrotas em quatro rodadas, a equipe dos brasileiros Jemerson, Naldo e Gabriel Boschilia ocupa a zona de rebaixamento - do qual escapou por pouco na última temporada -, com apenas dois pontos, em 19.º lugar.

Fechando a quarta rodada, em casa, o Reims superou o Lille por 2 a 0 e também chegou aos sete pontos, só que leva vantagem em relação ao Olympique de Marselha no saldo de gols.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.