Arquivo/AE
Arquivo/AE

Em casa, Santos quer aproveitar o mau momento do Flamengo

Após demitir Cuca no meio da semana, equipe carioca tenta vencer na Vila pela primeira vez desde 1976

Sanches Filho e Leonardo Maia, O Estado de S. Paulo

25 de julho de 2009 | 20h34

O Santos não está entre os principais candidatos ao título do Campeonato Brasileiro, mas pode ser considerado o favorito contra o Flamengo, neste domingo, às 16 horas, na Vila Belmiro, com transmissão ao vivo do estado.com.br. Um pouco pela tradição de sempre se dar bem em casa diante do clube da Gávea - de quem não perde desde 1976 - e também pelo mau momento da equipe carioca, que vive nova crise.

Veja também:

link Atacante Roni troca o Santos pelo Fluminense

especial MASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especial Visite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Enquanto Luxemburgo estreava com vitória por 1 a 0 contra o Atlético-PR, quarta-feira, na Vila, o Flamengo empatava com o Barueri no Maracanã, provocando a demissão do técnico Cuca. Como Roni rescindiu contrato ontem e foi para o Fluminense, Neymar será o centroavante. Outro que está de volta é Paulo Henrique Ganso, enquanto Pará vai para a lateral-direita.

“Temos de aproveitar a força da Vila Belmiro para fazer o adversário ter medo. Em competição de pontos, quem quer brigar pelo título não pode perder em casa”, ensina Luxemburgo.

Com pouco tempo para fazer mudanças táticas, a primeira preocupação de Luxemburgo foi acabar com as divergências entre a torcida e os jogadores. O técnico encontrou o grupo traumatizado pelas ameaças que sofreu após a derrota por 6 a 2 para o Vitória em Salvador.

“A maior dificuldade no primeiro tempo, na quarta-feira, foi o medo que os jogadores tinham de errar e serem hostilizados pelo torcedor. Depois dos primeiros erros, como ninguém vaiou, eles foram se soltando”, analisa.

 SANTOS
Felipe; Pará, Domingos, Fabão e Léo; Roberto Brum, Germano, Rodrigo Souto e Madson; Paulo Henrique Ganso e Neymar.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo.
 FLAMENGO
Bruno; Welinton, Aírton e Ronaldo Angelim; Leonardo Moura, Willians, Toró, Kleberson e Everton; Emerson e Adriano.
Técnico: Andrade
Árbitro: Heber Roberto Lopes (PR)

Estádio: Vila Belmiro, em Santos (SP)

Horário: 16 horas

TV: Pay-per-view

Com uma semana de muita chuva na Baixada Santista, o treino da sexta-feira serviu apenas para adaptar Luiz Henrique Ganso à função de atacante pela esquerda, com a responsabilidade de voltar até o meio-campo.

Ele também corrigiu a maneira de atuar de alguns jogadores, como Madson. No entender do treinador, o meia será mais útil se pensar mais nos companheiros e deixar de correr com a bola.

No Flamengo, que viveu uma semana conturbada, com a saída do vice de futebol Kléber Leite e do diretor Plínio Serpa Filho, ao menos o técnico interino Andrade teve boas notícias em campo, com as voltas do volante Toró, dos zagueiros Wellington e Fabrício e do meia Everton.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.