Fabrice Coffrini/AFP
Fabrice Coffrini/AFP

Em casa, seleção da Suíça perde do Catar em amistoso

Jogando na cidade de Lugano, suíços são derrotados por 1 a 0, com gol no fim da partida

Estadão Conteúdo

14 de novembro de 2018 | 18h46

A seleção da Suíça foi surpreendida nesta quarta-feira pela modesta equipe do Catar, que sediará a futura Copa do Mundo de 2022. Jogando em casa, na cidade de Lugano, o time suíço foi derrotado por 1 a 0. Se não contou com força máxima em campo ao longo de toda a partida, a Suíça ao menos teve as presenças de Xherdan Shaqiri e Granit Xhaka durante 45 minutos.

Xhaka esteve em campo nos primeiros 45 minutos, enquanto o jogador do Liverpool jogou a etapa final. Haris Seferovic não deixou o banco de reservas. Os três foram os destaques da equipe na Copa do Mundo da Rússia, no meio do ano. O time suíço empatou por 1 a 1 com a seleção brasileira na fase de grupos e foi eliminado nas oitavas de final pela Suécia.

O duelo entre a Suíça, atual número 8 do ranking da Fifa, contra o Catar, 96º, foi de poucas emoções e se encaminhava para um desanimado 0 a 0. Até que os visitantes anotaram o único gol da partida aos 40 minutos do segundo tempo. Num erro na saída de bola da defesa suíça, o ataque catariano roubou a bola e Akram Afif disparou pela intermediária.

Ele entrou na área, pedalou diante do goleiro Yvon Mvogo e marcou um belo e inesperado gol, já perto do apito final. Para o segundo tempo, o técnico Vladimir Petkovic promoveu seis mudanças, o que acabou prejudicando o entrosamento do time. O Catar não vencia uma seleção europeia desde que bateu a modesta equipe de Andorra em agosto.

Já o time suíço vem exibindo irregularidade desde a campanha frustrada na Rússia, entre amistosos e jogos da Liga das Nações. Logo após o Mundial, aplicou 6 a 0 na Islândia. Na sequência, perdeu da Inglaterra e da Bélgica e voltou a vencer o time islandês. No domingo, o adversário será novamente o time belga, terceiro colocado na Copa.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.