Alexandra Vidal/Flamengo
Alexandra Vidal/Flamengo

Em Chapecó, líder Flamengo testa a força do elenco para manter vantagem na ponta

Jorge Jesus não poderá contar com Filipe Luís e Arrascaeta, lesionados, e Gabigol, suspenso por três cartões amarelos

Redação, Estadão Conteúdo

06 de outubro de 2019 | 09h23

Sem poder contar com vários jogadores importantes depois do empate com o Grêmio pelas semifinais da Copa Libertadores, o Flamengo testará a força do elenco contra a Chapecoense, neste domingo, às 11 horas, na Arena Condá, em duelo da 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Sem Filipe Luís e Arrascaeta, lesionados, e Gabriel, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o time carioca terá de colocar à prova a força de seu grupo para manter o primeiro lugar da tabela. No momento, o Flamengo está à frente da competição com 49 pontos, três a mais do que o vice-líder Palmeiras.

E não será só nessa rodada que o técnico Jorge Jesus não terá os três jogadores, visto que Filipe Luís, com um entorse no joelho direito, Arrascaeta, que foi submetido a uma artroscopia no joelho, e Gabriel, convocado para a seleção brasileira, desfalcarão o time em mais jogos. O caso do uruguaio, que operou o joelho nesta sexta, é o mais sério. O clube não informou o tempo de recuperação, mas a estimativa inicial é de afastamento por 30 dias.

Além disso, o zagueiro Rodrigo Caio também estará com o Brasil nos amistosos contra Nigéria e Senegal, nos dias 10 e 13 deste mês, respectivamente, e será baixa em pelo menos duas partidas. Mesmo caso do atacante Berrío, que estará com a seleção da Colômbia.

A lista de ausências pode aumentar ainda mais caso Bruno Henrique, Willian Arão, Pablo Marí, Piris da Motta, Rafinha e Everton Ribeiro, pendurados, recebam mais um cartão amarelo.

"Vamos recuperar o time para o jogo contra Chapecoense. Não vi o time desgastado. Vi time com velocidade, técnica. A fadiga é normal. A intensidade é muito alta. Os jogadores chegam ao limite físico e psicológico", afirmou o técnico Jorge Jesus.

Para o jogo deste domingo, o treinador português avalia as alternativas que tem para os desfalques. De todos os desfalques, quem tem o substituto definido é Filipe Luís. Em seu lugar entrará Renê.

Para a lacuna deixada por Arrascaeta, Jesus pode adiantar Gerson e escalar Piris da Motta, ou colocar o jovem Reiner. Vitinho também é uma opção. Na frente, é possível que Berrío seja escalado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.