Marcelo Cortes/Flamengo
Marcelo Cortes/Flamengo

Em clássico dos reservas, Flamengo derrota o Vasco no Maracanã

Gol de Lucas Silva, ainda no primeiro tempo, garante o resultado para o time rubro-negro no Campeonato Carioca

Redação, O Estado de S.Paulo

22 de janeiro de 2020 | 23h37

No primeiro clássico carioca de 2020, deu Flamengo. Na noite desta quarta-feira, o time bateu o Vasco por 1 a 0 em uma partida em que as duas equipes foram formadas por jogadores das categorias de base e um ou outro reserva. Foi a primeira vitória dos campeões brasileiros e da Copa Libertadores de 2019 nesta temporada.

O resultado colocou o Flamengo na liderança do Grupo A da Taça Guanabara, com quatro pontos, ao lado do Boavista. O Vasco, por sua vez, continua com apenas um ponto no Grupo B do primeiro turno do Campeonato Carioca. O triunfo levou o Flamengo a ampliar para 15 jogos a sua invencibilidade diante do rival - a última derrota foi em abril de 2016.

A primeira metade da etapa inicial pertenceu ao Vasco. A garotada cruz-maltina não demorou para encontrar generosos espaços na defesa do Flamengo e as chances de gol foram saindo naturalmente. Logo no segundo minuto, o atacante Ribamar balançou a rede, mas o VAR entrou em ação para apontar o impedimento do jogador vascaíno e o tento foi anulado.

O time dirigido por Abel Braga jogava em ritmo acelerado, deixando a defesa adversária desorientada. Ainda assim, faltava lucidez para transformar o domínio em gols. E, dessa maneira, o Vasco desperdiçou a superioridade que ostentou por vários minutos, já que o Flamengo acordou depois da parada para hidratação dos jogadores.

Aos 25 minutos, a equipe comandada pelo auxiliar técnico Maurício Souza avisou que as coisas iriam mudar. Luiz Henrique recebeu um cruzamento de Ramon e finalizou na trave. No minuto seguinte, o gol. Depois de outro cruzamento de Ramon, Lucas Silva tocou de forma sutil, de primeira, e deixou sem ação o goleiro Jordi.

A vantagem encheu o Flamengo de moral e o time tomou conta do jogo, invertendo a situação inicial. Pouco antes do intervalo, Lucas Silva teve uma ótima oportunidade para marcar novamente, mas desta vez não conseguiu acertar o gol.

O Vasco tinha no segundo tempo a obrigação de buscar o empate, mas sua atuação foi bastante fraca. Enquanto o Flamengo desfrutava de sua vantagem com uma postura mais conservadora, o adversário não era capaz de trocar passes e invadir a área rubro-negra em condições de marcar.

O desempenho do time de Abel irritou muito os torcedores vascaínos, que dirigiram sua ira à diretoria do clube. Enquanto isso, a melhor oportunidade de chegar ao empate surgiu aos 43 minutos, quando Gabriel Pec recebeu um cruzamento de Vinícius e finalizou para fora, para delírio da torcida do Flamengo, que viu seus garotos vencerem os garotos do rival.

Os times voltarão a jogar no sábado. O Flamengo receberá o Volta Redonda no Maracanã, enquanto o Vasco terá pela frente o Boavista em Cariacica, no Espírito Santo.

FICHA TÉCNICA

VASCO 0 X 1 FLAMENGO

VASCO - Jordi; Cayo Tenório, Ulisses, Miranda e Alexandre Melo; Marcos Júnior (Vinícius), Andrey, Lucas Santos (Gabriel Pec) e Juninho (João Pedro); Tiago Reis e Ribamar. Técnico: Abel Braga.

FLAMENGO - Gabriel Batista; Matheuzinho, Matheus Dantas (Richard Rios), Rafael Santos e Ramon; Hugo Moura, Vinícius e Luiz Henrique (Pepê); Lucas Silva (Wendel), Vitor Gabriel e Yuri César. Técnico: Maurício Souza.

GOL - Lucas Silva, aos 27 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Grazianni Maciel Rocha.

CARTÕES AMARELOS - Cayo Tenório, Miranda e Juninho (Vasco); Gabriel Batista, Ramon, Hugo Moura e Vinícius (Flamengo).

RENDA - R$ 1.025.266,00.

PÚBLICO - 25.738 presentes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.