Max Rossi/ Reuters
Max Rossi/ Reuters

Em clássico tenso, Roma derrota Lazio por 2 a 1 e sobe para terceiro no Italiano

Com a vitória, equipe sobe para a terceira colocação e está na cola do líder Napoli e da vice Juventus

Estadao Conteudo

18 Novembro 2017 | 17h26

Como quase sempre acontece, o clássico deste sábado entre Roma e Lazio, no estádio Olímpico, em Roma, foi tenso. Torcidas se provocando antes e durante a partida com cânticos e faixas e jogadores disputando cada jogada com uma vontade além do normal. No fim, vitória da Roma por 2 a 1, pela abertura da 13.ª rodada do Campeonato Italiano, que a faz subir para a terceira colocação.

+ Neymar passa em branco, mas Cavani brilha e PSG goleia o Nantes

+ Paulinho marca e Barcelona vence Leganés fora de casa no Espanhol

Com 30 pontos em 12 jogos - o duelo adiado contra a Sampdoria será em dezembro -, a Roma está na cola do líder Napoli e da vice Juventus. A Lazio, que também tem uma partida adiada - contra a Udinese -, caiu para a quinta posição com 28 pontos, atrás também da Internazionale.

Em campo, muita ação logo no início. No primeiro minuto, o centroavante Immobile invadiu a área da Roma e tocou na saída de Alisson, mas o bandeirinha anulou o gol por impedimento. O susto não impediu o time romanista de ter mais posse de bola no primeiro tempo e criar duas boas chances para abrir o placar com o bósnio Dzeko.

Foi na segunda etapa que o clássico pegou fogo. Em um intervalo de apenas quatro minutos, a Roma fez dois gols. Aos quatro, Kolarov saiu driblando em direção à área e só foi parado por Bastos. O árbitro deu o pênalti e, na cobrança, Diego Perotti cobrou com muita categoria. Pouco depois, aos oito, o meia belga Nainggolan recebeu na entrada da área e chutou cruzado, sem chances para o goleiro Strakosha.

Um pouco perdida com a desvantagem, a Lazio foi de qualquer jeito ao ataque e conseguiu um pênalti aos 27 minutos. Manolas deu bobeira em um cruzamento da direita e tocou com o braço na bola ao tentar afastá-la. Os jogadores reclamaram e o árbitro resolveu conferir o vídeo, constatando o toque. Na cobrança, Immobile bateu forte e venceu Alisson, dando números finais ao jogo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.