Em clássico tumultuado no Campeonato Italiano, Sampdoria bate o Genoa por 3 a 2

A volta do "Calcio" (futebol em italiano), após o recesso de 15 dias para as festas de fim de ano, teve o clássico da cidade de Gênova nesta terça-feira, pela 18.ª rodada do Campeonato Italiano. E como acontece na maioria das vezes em que Genoa e Sampdoria se enfrentam, teve muita confusão dentro e fora de campo. No final, vitória do time azul e branco por 3 a 2, mas por pouco não permitiu o empate após estar com três gols de vantagem.

Estadão Conteúdo

05 de janeiro de 2016 | 20h05

Com campanhas ruins na competição, os dois lutam para fugir da zona de rebaixamento. Com a vitória, a Sampdoria subiu para a 10.ª colocação com 23 pontos, agora nove a mais que o Frosinone, que joga nesta quarta-feira e abre a degola na Itália. O Genoa está logo acima na tabela de classificação - 17.º lugar com 16 pontos.

A festa no estádio Luigi di Ferraris começou cedo com a chegada das torcidas e a entrada das equipes em campo. Mas foi só a bola rolar para a confusão começar. Logo aos 15 segundos, torcedores do Genoa jogaram vários sinalizadores no gramado e o clássico teve de ser interrompido por quatro minutos. Nada disso, porém, atrapalhou a Sampdoria, que jogou bem no primeiro tempo e abriu 2 a 0 com os gols de Soriano, aos 18 minutos, e do brasileiro naturalizado italiano Eder, aos 39.

Na segunda etapa, o clássico ficou quente dentro de campo. Nervoso pela derrota, o time do Genoa abusou das jogadas ríspidas e a consequência disso foram os seis cartões amarelos recebidos. Para pior, Soriano fez o terceiro, aos quatro minutos, e deixou a desvantagem em 3 a 0. Aí começou a reação, que parou em somente dois gols - ambos de Pavoletti, aos 24 e aos 36 minutos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.