Oscar del Pozo/ AFP Photo
Oscar del Pozo/ AFP Photo

Em conversa vazada, Simeone vê Argentina perdida na Copa: 'Não há liderança'

Técnico do Atlético de Madrid fez duras críticas ao time e em especial à falta de organização no período de preparação para a Copa

Estadão Conteúdo

22 Junho 2018 | 05h42

Quando a fase é ruim, sempre dá para piorar. Depois de perder para a Croácia por 3 a 0 e se complicar na Copa do Mundo, a seleção argentina agora vive com as polêmicas nos bastidores. O técnico argentino Diego Simeone, do Atlético de Madrid, teve áudio vazado de uma conversa supostamente enviada ao seu companheiro de comissão técnica, Germán Burgos.

+ Presidente da CBF se envolve em confusão na Rússia e torcedor acaba em hospital

+ Contra Costa Rica, hora da seleção brasileira dar o bote na Copa

+ Crianças adoram camisa amarela da seleção e não implicam com Neymar

Nela, o ex-jogador fez duras críticas ao time argentino e em especial à falta de organização no período de preparação para a Copa do Mundo. Por fim, ainda revelou que, em uma eventual escolha, optaria por Cristiano Ronaldo em vez de Messi.

"Vamos por partes. O que está acontecendo neste momento é o que aconteceu nos últimos quatro anos desgraçadamente. Anarquia, não há liderança nem entre os dirigentes nem entre os que conduzem a equipe. Vejo que a equipe está perdida", disse.

Pouco depois, ele comentou sobre Messi, que teve duas atuações apagadas neste Mundial. "Messi é muito bom, mas é muito bom porque é acompanhado de jogadores extraordinários. Se você tiver que escolher entre Messi e Ronaldo para uma partida, quem você escolheria?", afirmou.

Em relação à falha do goleiro Caballero, que entregou a bola de presente para Rebic abrir o placar para a Croácia, Simeone disse que não é a primeira vez que vê ele errar dessa maneira. "O goleiro, me diga a verdade, já tinha feito isso. Fez isso contra a Espanha, contra a Itália... Eu comentei com você", disse.

No fim das contas, Simeone disse acreditar em uma reviravolta da seleção de seu país no Mundial da Rússia. "Está ruim, mas é a Argentina e vai passar (para as oitavas). Espero não estar errado, mas acho que vai passar. Se ganham da Nigéria, podem passar, mas depende que a Islândia não ganhe nenhum dos dois próximos jogos", finalizou.

A Islândia enfrenta a Nigéria nesta sexta-feira, às 12h (de Brasília), pela segunda rodada do Grupo D. Até agora, a Croácia está classificada com seis pontos. Islândia e Argentina têm um e a Nigéria ainda não somou pontos.

 

A Argentina volta a campo na próxima terça-feira, às 15h (de Brasília) para enfrentar a Nigéria em São Petersburgo na última rodada da fase de grupos. No mesmo dia e horário, a Croácia encara a Islândia, em Rostov.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.