Divulgação/Paraná Clube
Divulgação/Paraná Clube

Em Couto Pereira lotado, Paraná empata com Boa e se despede de ídolo de 41 anos

Goleiro Marcos foi quem mais atuou com a camisa da equipe paranaense, com 366 partidas

Estadão Conteúdo

25 Novembro 2017 | 20h54

A torcida do Paraná que lotou o estádio Couto Pereira, em Curitiba, neste sábado, para ver o último jogo do time na Série B do Campeonato Brasileiro - o clube já havia garantido o acesso à Série A após dez anos de afastamento - teve de se contentar com um empate por 1 a 1 com do Boa. Com o resultado, o Paraná terminou o torneio na quarta colocação, com 64 pontos, enquanto a equipe mineira ficou em 10.º lugar, com 50.

+ Confira a tabela de classificação da Série B do Campeonato Brasileiro

+ Com recorde de público, América-MG vence e é campeão da Série B após 20 anos

+ Inter supera o Guarani no Beira-Rio, mas fica com vice-campeonato da Série B

+ Com recorde de público da Série B, Ceará vence ABC e termina campanha em 3º lugar

A partida, válida pela 38.ª e última rodada da competição, registrou a presença de quase 37.714 paranistas, número que proporcionou o recorde de público do estádio neste ano, emprestado pelo rival Coritiba para o confronto.

Além da comemoração pelo retorno à Série A, o duelo marcou também a despedida do goleiro Marcos, de 41 anos, jogador que mais vezes atuou com a camisa do Paraná - foram 366 jogos. O goleiro foi escalado no lugar do titular Richard.

O jogo começou muito aberto, com os dois times criando jogadas interessantes no campo de ataque, mas as oportunidades do Paraná foram mais perigosas. O time paranista chegou até a balançar as redes em finalização de Robson, aos cinco minutos, mas o árbitro marcou impedimento.

Na segunda metade do primeiro tempo, o Boa cresceu e passou a frequentar mais o campo de ataque que o adversário. Apesar de não ter exigido muito do goleiro Marcos, conseguiu assustá-lo com algumas finalizações.

O início do segundo tempo foi menos intenso. O Paraná tinha a posse de bola, mas exibia dificuldade para superar a defesa do Boa. Porém, o cenário mudou depois dos primeiros 15 minutos, quando o time da casa passou a achar espaços e começou a criar boas oportunidades.

No entanto, o time paranaense não conseguiu manter o ritmo e viu o Boa estragar a festa do acesso. Aos 34 minutos, Rodolfo recebeu pela esquerda, avançou em direção à área e chutou para marcar o gol da vitória. Mas, aos 47 minutos, Robson recebeu cruzamento na área e chutou para empatar o jogo, naquele que foi o último gol de toda a última rodada da Série B.

FICHA TÉCNICA

PARANÁ 1 X 1 BOA

PARANÁ - Marcos; Cristovam, Iago Maidana, Eduardo Brock e Rayan; Gabriel Dias (Vitor Feijão), Leandro Vilela, Renatinho (Minho), Zezinho e Robson; Alemão (Felipe Alves). Técnico: Matheus Costa.

BOA - Fabrício; Geandro, Caíque, Júlio Santos e Elivelton Lima; Radamés (Wesley), Lucas Hulk, Thaciano (Ruan), Alyson e Reis; Rodolfo. Técnico: Sidney Moraes.

GOLS - Rodolfo, aos 34, e Robson, aos 47 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Igor e Robson (Paraná); Lucas Hulk, Geandro, Reis e Júlio Santos (Boa).

ÁRBITRO - Alisson Sidnei Furtado (TO).

RENDA - R$ 1.072.545,00.

PÚBLICO - 36.791 pagantes (37.714 total).

LOCAL - Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.